SBK, 2020, Magny Cours: Recorde da Ducati em jogo?

Por a 30 Setembro 2020 15:00

A Ducati poderá aumentar o seu recorde de 16 vitórias em Magny-Cours? Saiba mais sobre os sucessos dos vários fabricantes antes da Ronda Francesa da Pirelli

A Ducati é o fabricante mais bem sucedido em Magny-Cours com as suas 16 vitórias. A última veio com Chaz Davies em estilo convincente na Corrida 2, 2017. A sua primeira vitória no recinto francês foi em 1991, vencendo ambas as corridas, cortesia de Doug Polen.

James Toseland é o piloto que obteve a única pole do fabricante em 2003, também a sua primeira, antes de garantir o segundo título consecutivo da Ducati em 2004.

No total, a Ducati tem 38 pódios em Magny-Cours, o último conseguido em 2018, quando Davies terminou em segundo na Corrida 2. Em 2019, o melhor resultado da Ducati foi um 4º com Chaz Davies na corrida Tissot Superpole.

Em 2020, a fábrica italiana pretende regressar ao topo, uma vez que procura a 165ª corrida consecutiva nos pontos antes da Corrida 1.

O segundo fabricante mais galardoado do recinto francês é a Kawasaki, que já conquistou o Campeonato de Pilotos aqui três vezes. Com 11 vitórias e oito pole positions, a Kawasaki está a apanhar a Ducati rapidamente.

A sua última vitória foi em 2019, com Jonathan Rea a vencer a Corrida 2. 2019 foi também o ano em que a Kawasaki conquistou a sua última pole position, novamente com Rea, enquanto também foi a primeira vitória independente de Kawasaki com Toprak Razgatlioglu na Corrida 1, a partir da 16ª posição da grelha, a posição mais baixa de onde alguém saiu para ganhar em França.

Com cinco vitórias em Magny-Cours, a Yamaha passou muito tempo longe do primeiro escalão em França, com a última vitória em 2009 por Ben Spies, na Corrida 1. A marca de Ywata reivindicou um total de três poles, a última em 2010 com Cal Crutchlow.

A fabricante japonesa já esteve no pódio de Magny-Cours 20 vezes, com dois lugares no pódio em 2019, de Michael van der Mark em segundo e Alex Lowes em terceiro na Corrida 2. Com uma nova formação em 2020, a Yamaha espera um fim de semana sólido no recinto de Nievre.

A Honda venceu apenas duas vezes na pista francesa e a sua última vitória foi em 2006 com James Toseland na Corrida 1. O fabricante japonês tem três pole positions, a última com Jonathan Rea em 2011.

O último pódio da Honda foi em 2016, com Michael van der Mark, dando-lhes um total de dez. Em 2019, o seu melhor resultado foi Leon Camier com a sétima posição na Corrida 1, o melhor resultado da temporada.

Para 2020, a nova CBR1000RR-R SP aposta na recuperação desse sucesso, e Leon Haslam procurará repetir o seu pódio honda em Magny-Cours da Corrida 2, 2014.

Três vezes no pódio de Magny-Cours, a BMW, ainda à procura do seu primeiro pódio da temporada, é uma forte candidata a conseguir a primeira vitória na pista este ano. O seu último pódio aconteceu no ano passado, com Tom Sykes a terminar na terceira posição na Corrida 1, depois de liderar a corrida durante cinco voltas, a primeira vez que a BMW liderou uma corrida em Magny-Cours. A BMW só começou na primeira linha em 2012, quando Marco Melandri se qualificou na segunda posição. Sem vitórias, poles, ou voltas mais rápidas, a BMW pretende corrigir estas estatísticas este fim-de-semana.  

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x