MotoGP, Jerez: Quartararo faz história para a França e a Yamaha

Por a 20 Julho 2020 15:00

O primeiro vencedor satélite da Yamaha da era MotoGP, o primeiro vencedor francês da classe rainha desde 1999, e dos mais jovens… há muito que dizer sobre a vitória de ontem de Quartararo em Jerez.

Fabio Quartararo da Yamaha Petronas SRT cumpriu finalmente. Depois de terminar em segundo lugar por cinco vezes em 2019, 2020 não poderia ter começado melhor do que no Grande Prémio Red Bull de España, uma vez que ‘El Diablo’ conseguiu a sua primeira vitória no MotoGP.

Numa corrida que teve de tudo, drama, regressos, quedas e muito mais, foi o jovem de 21 anos que baniu os demónios do Circuito de Jerez-Angel Nieto do ano passado para converter a pole position em 25 pontos no primeiro encontro de MotoGP do ano.

A vitória foi histórica por mais do que uma razão, com Quartararo a dar aos adeptos franceses a sua primeira vitória na classe rainha desde Regis Laconi no GP de Valência de 1999.

Além desse feito, a vitória de Quartararo foi a primeira vitória por uma equipa satélite da Yamaha da era MotoGP, com a Yamaha Petronas SRT a conquistar também a primeira vitória no MotoGP, claro.

E como se isso não fosse suficiente, Quartararo torna-se o oitavo piloto mais jovem a vencer na classe rainha dos Grandes Prémios, com 21 anos e 90 dias.

Isto é mais jovem do que um certo nove vezes campeão do mundo Valentino Rossi (Yamaha Monster Energy) que o fez aos 21 anos e 144 dias quando ganhou em Donington Park em 2000.

“O melhor momento da minha vida com certeza”, começou Quartararo, falando com Simon Crafar no parc ferme. “Ainda não me dei conta do significado. É tão estranho sem os fãs, adoraria que eles estivessem aqui para aplaudir com eles. Mas honestamente, esta corrida foi para eles, para todas as pessoas afetadas pelo coronavírus e para a minha família, o meu irmão sempre a apoiar-me, os meus pais…”

“Foi uma corrida muito difícil porque, em primeiro lugar, não fiz um bom arranque”, continuou Quartararo na conferência de imprensa pós-corrida. “Estava em quinto lugar atrás do Pecco e do Jack e sabia que atrás das Ducati, é tão difícil aproveitar a nossa velocidade em curva, especialmente no último setor. Ultrapassei o Pecco na última curva, também o Jack. Depois vi os erros do Marc e mais adiante, foi difícil apanhar o Maverick. Cometeu um pequeno erro na Curva 6 e depois cometi o meu próprio erro e derrapei, mas sinceramente pareceu-me tão estranho, porque ontem, na FP4, a aderência estava muito boa.”

“Depois da corrida de Moto2 sabemos que a aderência é normalmente baixa, mas não esperava tanto. Se verificarmos o ritmo de ontem e de hoje, foi quase um segundo mais lento. Por isso, foi difícil compreender a pista, mas o mais importante é que tivemos a nossa primeira vitória hoje.”

E com isso, Quartararo lidera pela primeira vez a classificação do Campeonato do Mundo de MotoGP. Será que o jovem de 21 anos e agora vencedor em MotoGP fará duas vitórias de dois, quando os pilotos voltarem à pista em Jerez para o Grande Prémio Red Bull de Andalucia, na sexta-feira?

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x