MotoGP, Andaluzia, TL1: Oliveira 6º, Viñales bate Rossi à bandeira

Por a 24 Julho 2020 10:23

Foi uma Yamaha Monster Energy no topo do primeiro treino livre de sexta-feira no GP da Andaluzia, aliás, duas, com o top 16 coberto por menos de um segundo.

Quando a sessão já estava praticamente encerrada, Maverick Viñales acabou por liderar o caminho com 1:37.063, batendo o companheiro de equipa Valentino Rossi por 0,142. O estreante Brad Binder (KTM Red Bull Factory) conseguiu o quase impossível, ocupando o terceiro lugar na FP1 com um 1:37.370.

O tempo de Viñales foi cerca de 0,3 mais rápido do que o mais rápido de Marc Márquez (Honda Repsol) no TL1 há sete dias, este último, claro, não tendo saído na sexta-feira em Jerez depois de ter sido submetido a uma cirurgia na terça-feira

No outro extremo dos tempos, muitos dos pilotos entraram em modo de ataque ao tempo nos últimos cinco minutos da sessão de abertura do fim de semana. Viñales e Rossi surgiram os mais rápidos, com Binder e Franco Morbidelli (Yamaha Petronas SRT) a levarem a melhor sobre Pol Espargaró (KTM Red Bull Factory Racing), o espanhol que liderou a maior parte da sessão para, eventualmente, fechar os cinco primeiros lugares, e Oliveira saltar de novo para 6º a uns segundos do final também, a 0,429 da frente.

O TL1 também viu o regresso de Cal Crutchlow (Honda LCR Castrol) e Alex Rins, da Suzuki Ecstar, após as suas quedas e consequentes lesões no GP de Espanha. A dupla foi 20º e a 21º nas tabelas de tempos, enquanto negociavam cuidadosamente a sessão matinal.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x