MOTOGP, Andaluzia, Bagnaia: “Não posso ficar zangado”.

Por a 30 Julho 2020 15:29

Pecco Bagnaia perdeu um pódio inaugural quando a sua Desmosedici avariou, mas a sua performance de Jerez mostra que está pronto para os desafios do pódio e talvez até um lugar na moto de fábrica.

No seu segundo ano de MotoGP, o Italiano estava num confortável segundo lugar antes de problemas no motor atingirem a sua Desmosedici GP20, obrigando Bagnaia a retirar-se da corrida na 20ª volta de 25.

Apesar do final de coração partido, o campeão do mundo de Moto2 de 2018 não ficou muito desapontado ao rever a corrida.

Porquê? Bem, porque ao longo de ambos os fins-de-semana em Jerez, Bagnaia foi, , a maioria do tempo, o melhor piloto da Ducati.

O italiano qualificou-se como a melhor Ducati com um 4º e depois uma primeira linha de partida em 3º em Jerez, foi impressionante ver Bagnaia na corrida da Andaluzia.

O homem da Pramac Racing apanhou o colega de equipa Jack Miller antes de levar a melhor sobre Maverick Viñales (Yamaha Monster), com uma cara familiar então à frente, Valentino Rossi (Yamaha Monster).

Bagnaia não perdeu muito tempo a passar pelo seu chefe da Academia VR46 e depois parecia incrivelmente confortável em segundo, antes do desastre.

“Olhando para o nosso objetivo, não posso ficar zangado”, reagiu Bagnaia. “Não conseguimos ver os pontos, mas este ano já sabemos que é importante para mim ganhar experiência e, desde a semana passada, dei um grande passo com a moto e com o ritmo. Concentrámo-nos apenas em andar em pneus usados e na corrida acho que fui um dos mais fortes, o meu ritmo foi muito semelhante ao ritmo do Fábio. Estava a tentar pressionar, mas de qualquer forma senti que havia um problema.”

“Só tenho de estar feliz com este fim de semana porque demonstrámos que somos a melhor Ducati, por isso isso é muito importante, também para o futuro. Vamos ver se podemos fazer o mesmo em Brno, mas acho que seremos fortes e rápidos, estamos a trabalhar muito bem. Brno é uma pista que é mais adequada para a moto e para mim, por isso vamos ver o que acontece, mas tenho a certeza de que também podemos lutar pelos lugares cimeiros lá.”

Foi uma performance que terá feito à confiança de Bagnaia imenso bem, e é uma performance que deve ter chamado à atenção da fábrica de Bolonha também.

O lugar ao lado de Miller na Equipa Ducati para 2021 ainda está por confirmar, com Bagnaia certamente um dos principais candidatos se Andrea Dovizioso e a Ducati não conseguirem chegar a um acordo.

“Espero que sim, mas neste momento estou apenas a tentar ser rápido como este fim de semana”, respondeu Bagnaia, em resposta a ser questionado sobre se a sua performance mostra que está pronto para dar o passo para a fábrica. “Voltamos para casa e vamos continuar a preparação como fiz para este fim de semana. Mas tenho a certeza que se continuarmos assim, podemos lutar pelos lugares cimeiros.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x