MotoGP, 2021: Manager de Dovizioso admite sabático

Por a 10 Julho 2020 14:30

O futuro de Andrea Dovizioso da Ducati Team tem sido muito discutido ultimamente, com acusações de parte a parte sobre o progresso das eventuais negociações.

À medida que o italiano recupera de uma cirurgia para corrigir um lesão na clavícula esquerda antes da ronda inaugural da temporada, ainda há muita especulação sobre com quem ele irá andar em 2021.

O manager de Dovizioso, Simone Battistella, esclareceu a situação, afirmando que “ainda não temos uma negociação com a Ducati.” Segundo o representante do piloto, a Ducati prefere esperar algumas corridas antes de iniciar a negociação com Dovizioso, provavelmente até à Áustria.

O manager também espera que isto não venha a causar tensão entre Dovizioso e a Ducati, ou coloque pressão adicional sobre o piloto numa época que já vai ser preocupante devido à concentração de corridas.

Especialmente com referência às corridas em Brno e na Áustria, que são essenciais para a Ducati e Dovizioso, mas o gestor também referiu momentos no passado em que isso aconteceu.

“Houve momentos depois das corridas de Assen ou Sachsenring, em que o resultado não foi bom, em que houve essa tensão, mas imagino que em qualquer boxe, quando os resultados não chegam, há tensão.

Por outro lado, a continuidade de Dovizioso na Ducati não parece depender exclusivamente do aspeto financeiro, embora “tenha de haver entendimento do ponto de vista financeiro, até porque a Ducati e o Dovizioso foram os únicos que competiram com a HRC e o Márquez no Campeonato.”

Isto parece referir-se a Dovizioso querer assegurar que vai mesmo ter uma moto competitiva na Ducati de 2020: “O piloto quer sempre uma moto melhor para vencer, uma evolução constante em todos os aspetos técnicos. Naturalmente, Andrea quer que a moto ande mais, especialmente em determinadas situações em que os circuitos não se adaptam às características da moto.”

Por outro lado, depois de se saber que Andrea chegou a falar com a HRC, também houve um contato com a KTM: “Falámos com a KTM, mas rapidamente entendemos que não estavam reunidas as condições para trabalhar em conjunto.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png