MotoGP, 2020: Petrucci pode considerar Superbike

Por a 4 Maio 2020 15:30

Danilo Petrucci, piloto da fábrica da Ducati, é um dos poucos pilotos vindos do paddock das Superbike, que conseguiu dar o salto para o MotoGP. O italiano vê o campeonato do mundo da produção em série como uma opção futura se tudo o resto falhar.

Tal como as estrelas do MotoGP Cal Crutchlow (LCR Honda) e Franco Morbidelli (Yamaha Petronas), Danilo Petrucci (Ducati) tem as suas raízes no campeonato do mundo das motos de produção em série. O jovem de 29 anos, de Terni, correu a sua primeira corrida internacional em Superstock 600 em 2007, e a partir de 2010 Petrucci concentrou-se nas motos de 1000cc na entretanto extinta Superstock.

Como vice-campeão europeu de Superstock 1000 com a Barni Racing com quatro vitórias, a Iodaracing tomou conhecimento das capacidades de Petrucci e colocou-o na sua CRT de MotoGP, que nessa época podia andar com um motor modificado da Aprilia RSV4. O italiano chegou à Ducati oficial em 2019 pela via da Pramac (2014-2018) como companheiro de equipa de Andrea Dovizioso na equipa de fábric. Em Mugello em 2019, Petrucci festejou a sua única vitória no MotoGP até à data.

Apesar de Petrucci ainda acreditar na sua descoberta na classe rainha, já falou com o seu fornecedor de capacetes, Nolan, sobre uma possível mudança para o Campeonato do Mundo de Superbike.

“Tenho sublinhado repetidamente que ainda não cumpri a minha missão no MotoGP. Sinto que posso fazer melhor”, disse Petrucci. “Mas quando por vezes sinto que pode não haver espaço para mim no MotoGP, penso no Campeonato do Mundo de Superbike como uma opção. Mas antes disso, quero desafiar-me e a compreender o meu limite em MotoGP.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png