MotoGP, 2020: Faleceu Carlo Ubbiali

Por a 3 Junho 2020 14:30

A lenda de MotoGP Carlo Ubbiali, que já salientamos na nossa rubrica sobre pilotos do passado, faleceu aos 90 anos. Nos primeiros dias dos Grandes Prémios de MotoGP, o piloto italiano tornou-se o primeiro concorrente a dominar verdadeiramente as classes de 125 e 250.

Nascido em Bérgamo em 1929, participou na primeira temporada do Campeonato do Mundo em 1949, venceu o seu primeiro Grande Prémio no ano seguinte, conquistou o seu primeiro título em 1951 e chegou a conquistar nove títulos em total nas classes mais pequenas antes de se retirar em 1960.

O seu primeiro triunfo no campeonato em 1951 foi garantido a bordo de uma Mondial italiana na classe de 125, mas na época seguinte perdeu a coroa para o piloto da MV Agusta Cecil Sandford, o que talvez tenha persuadido Ubbiali a mudar de fabricante.

Após a sua subsequente mudança para a MV Agusta em 1953, permaneceu na empresa pelo resto da sua carreira, embora só em 1955 recuperasse o título de 125.

Nessa mesma temporada, Ubbiali também tinha participado na sua primeira corrida de 250cc e não demorou muito a apanhar o jeito que o tornou o duplo campeão do mundo de 125 e 250 em 1956, vencendo todas as corridas na categoria de quarto de litro e todas menos uma na competição de 125.

Ubbiali na Mondial

Ubbiali adicionou mais uma honraria de 125 ao seu armário de troféus em 1958, antes de terminar a sua carreira espetacular com mais duas vitórias em 125 e 250 títulos duplos em 59 e 60.

Se não fosse o aparecimento da Honda e a política da MV Agusta de classificar os pilotos como apenas 500/350 ou 250/125 com base na sua altura e peso, Ubbiali teria provavelmente acrescentado ainda mais títulos à sua lista de conquistas. No entanto, nunca questionou essa política da sua equipa e retirou-se sem saber se poderia ter sido campeão do mundo da classe rainha.

A propósito, Giacomo Agostini comentou: “Ubbiali foi um grande Campeão. Lembro-me bem dele por que eu era muito jovem, tinha só 12 anos, quando ele começou a ganhar a sua série de numerosos títulos mundiais. Ear o meu ídolo e eu queria ser como ele!”

Ubbiali com a MV carenada em 1955

Ubbiali tinha um estilo de pilotagem disciplinado, eficaz e sem erros, pouco espetacular, mas por isso mesmo, deixou a modalidade aos 31 anos, ainda no topo das suas capacidades sem ter sofrido uma única queda grave na sua carreira.

Com os seus nove títulos mundiais continua a ser um dos nomes mais condecorados da história do Campeonato do Mundo.

A Dorna transmitiu as condolências à família e amigos, ao que a Motosport se junta também. DEP.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png