MotoGP, Valência,  Joan Mir: “É o fim do nosso tempo feliz com a Suzuki”

Por a 4 Novembro 2022 11:29

O Campeão do Mundo de MotoGP de 2020, Joan Mir, com a Suzuki GSX-RR, completará a sua 65ª e última corrida pelo fabricante japonês no domingo. Mas, para já, o espanhol tem o décimo melhor tempo após o primeiro treino livre no Ricardo Tormo.

Na próxima terça-feira, Joan Mir vai rodar pela primeira vez com a RC213V da Repsol Honda, deixando o tempo com a Suzuki para trás. O espanhol foi trazido para a classe de MotoGP pelo então chefe de equipa Davide Brivio em 2019, e desde então conquistou um título mundial e acumulou 13 pódios. Após a corrida em Valência no domingo acabou – a Suzuki retira-se de cena.

“É o fim do nosso tempo muito feliz com esta marca, a Suzuki. Foi realmente um período fantástico, mas que agora está a chegar ao fim. Infelizmente, lembro-me do que aconteceu nas duas últimas corridas. Tivemos ótimos resultados o tempo todo, mas depois da lesão tivemos problemas técnicos na Austrália e problemas físicos na Malásia”, explicou Mir na quinta-feira.

“Em ambas as corridas tínhamos potencial para as primeiras posições”, disse o piloto da Suzuki irritado. “Temos que fazer melhor porque algo dentro de mim diz: ‘Vamos, podemos fazer melhor.’ Acredito firmemente que podemos alcançar um resultado forte no final.”

Como avalia Joan Mir o desempenho no Circuito Ricardo Tormo?

“Se me lembro do ano passado, estávamos cercados pela Ducatis. É sempre muito difícil enfrentá-los”, disse o piloto de 25 anos. “Mas se entrarmos na mesma situação, talvez possamos fazer melhor com um pouco mais de velocidade máxima. Se eu puder aproveitar, também poderei ser rápido na pista.”

0 0 votes
Article Rating
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x