MotoGP: Os ordenados chorudos das estrelas – Francesco Bagnaia

Por a 22 Novembro 2022 20:58

O novo campeão mundial chegou a faturar cerca de 5 milhões, graças à conquista do campeonato, mais o BMW M3 para quem conseguisse mais poles. Pecco ainda tem contrato de um ano com a Ducati, mas em Borgo Panigale podem fechar uma renovação nos próximos meses.

Nem todos ganham salários exorbitantes no MotoGP (que o digam os pilotos da KTM ou de algumas equipas-satélite), mas os melhores pilotos certamente não estão em má forma e um campeão mundial está entre os que se saem melhor na conta bancária. Hoje Pecco Bagnaia não é exceção, vencedor do título na categoria rainha, entrou na restrita elite dos campeões mundiais.

No início de 2020, os únicos dois campeões mundiais em pista eram Marc Márquez e Valentino Rossi, e após a lesão do fenómeno de Cervera, só restava o ‘Doctor’ para representar os campeões até ao final da temporada.

Desde então, Joan Mir, Fabio Quartararo e Pecco Bagnaia juntaram-se e, entretanto, Marc Marquez também voltou ao jogo. O espanhol, com 12,5 milhões de euros por temporada, é entre outras coisas o piloto mais bem pago de todo o paddock, com um valor que seria cerca do dobro do salário do francês no início da temporada deste ano.

Francesco Bagnaia ainda não está ao nível dos colegas, sendo que o seu contrato termina no final da próxima época. Para já, o salário do piloto italiano é de 2,5 milhões, mas com os prémios pelos sucessos em 2022 somam-se quase mais um milhão e pela conquista do título falamos de 1,5 milhões (números não confirmados) . Sendo assim, Pecco estará perto de 5 milhões de cachet.

Bónus e perspectivas

Este ano Bagnaia também ganhou o BMW que estava em disputa para o piloto que conseguiu mais pole position. Para 2022, a empresa bávara tinha garantido um M3 Competition Touring Xdrive: um belo monstro de 500 cavalos de potência, que vai agradar a Pecco (e um pouco menos à controladora da Ducati, a Audi) que também é apaixonado por quatro rodas como muitos dos seus colegas. No ano passado o piloto de Turim ficou perto, mas no final o prémio foi para Quartararo, tal como no ano anterior. Nas últimas temporadas, Marc Marquez foi a estrela da classificação, tanto que ganhou BMW’s suficientes para ele e toda a sua família.

Hoje Pecco tem 25 anos e corre com Borgo Panigale há 4 temporadas. Não é improvável que as negociações para outra renovação de dois anos comecem durante o inverno; é verdade que a Ducati inverteu recentemente a tendência de antecipar os contratos, mas está igualmente escrito na história da relação entre o fabricante bolonhês e Bagnaia que os dirigentes da Ducati sempre jogaram antecipadamente com ele, acreditando no seu grande potencial. Veremos.

5 2 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x