MotoGP: KTM obtém melhor resultado com piso seco

Por a 20 Maio 2019 14:30

É um sentimento agridoce aquele que a KTM viveu durante o Grande Prémio de França, disputado nos últimos três dias no circuito de Le Mans-Bugatti.

Começando pelos aspectos positivos, pela primeira vez esta época, o construtor austríaco colocou os seus quatro pilotos nos pontos. Cortesia de Pol Espargaró (6º), Johann Zarco (13ª), Hafizh Syahrin (14º) e Miguel Oliveira (15º). Para além desta história bonita tivemos Espargaró a conseguir, até ao momento, o melhor resultado de Mattighofen numa corrida com piso seco em MotoGP.

Sinal da evolução da moto austríaca, que apresentou um novo braço oscilante em fibra de carbono durante o evento, e que o caminho a trilhar parece estar bem identificado.

Porém nem tudo são rosas para a marca laranja, pois se a RC16 está bem adaptada, talvez até demais, a Pol Espargaró, piloto que viu o menino crescer nos seus braços, já o mesmo não se pode dizer de Johann Zarco.

Mesmo a correr em casa e já com o contributo do novo treinador, Jean-Michel Bayle, o piloto gaulês teima em não sair da ‘cepa torta’. Um modesto 13º lugar, que iguala o melhor desempenho em Austin, e com a agravante de Hafizh Syahrin e Miguel Oliveira, pilotos da KTM Tech 3, terem terminado bem perto de si. Palavras para quê!

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
joao Recent comment authors
recente antigo mais votado
joao
Membro
joao

de facto passa-se qq com a moto; mesmo com a de moto2 – nesta os problemas eram conhecidos, embora tivessem lá o Miguel para disfarçar em prova e conseguir 2º no campeonato; este ano está-se a ver …
quanto á de motoGP, parece ‘mais do mesmo’, com uma focagem muito grande (única) no Espargaró; os outros nem ousam andar … . O Miguel tem feito um trabalho sério e reconhecido.

últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png