MotoGP, Japão, Corrida: Jack Miller dominou e venceu; Miguel Oliveira foi quinto

Por a 25 Setembro 2022 07:45

Sem os principais candidatos ao título do MotoGP na luta pela vitória na corrida do Grande Prémio do Japão, foi Jack Miller (Ducati Lenovo Team) quem brilhou no traçado de Motegi. O piloto da Ducati ultrapassou Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) e Jorge Martín (Pramac Racing) na fase inicial da corrida e não saiu mais da liderança, aumentando de volta para volta a sua vantagem sobre o piloto da Pramac. Terminou isolado no primeiro lugar, enquanto Binder pressionou Martín nas últimas voltas da corrida e ascendeu ao segundo posto final.
Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing) passou pelo terceiro lugar depois de ultrapassar o seu companheiro de equipa, mas o piloto português rodou a maior parte da corrida no quarto posto com Binder a regressar à terceira posição. Oliveira perdeu o quarto posto da classificação a duas voltas do fim da corrida, após Marc Márquez (Repsol Honda Team) o ultrapassar. O português terminou a corrida sob pressão de Luca Marini (Mooney VR46 Racing Team), mas conseguiu manter o quinto posto.
Depois de passarem a corrida muito longe da frente do pelotão, Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP) e Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team) estiveram algum tempo a discutir o oitavo lugar, mas o piloto da Ducati caiu quando tentava subir mais uma posição.

Destaques:
Jack Miller cumpriu e dominou a corrida japonesa. Impôs um ritmo muito alto na frente não permitindo a Jorge Martin nenhum esboço para tentar recuperar a liderança do pelotão. Foi um Jack Miller sem cometer erros e que soube atacar nas alturas certas. Com uma vantagem tão grande sobre Martin, o australiano pôde gerir como quis o seu andamento, sem ter que forçar sem motivo.
Brad Binder aproveitou bem ter arrancado tão da frente da grelha. Capitalizou a sua boa qualificação e mesmo tendo tido umas primeiras voltas onde perdeu a posição para Miller e depois para Miguel Oliveira, sem conseguir acompanhar os dois da frente, geriu a corrida a partir daí e tirou dividendos no final, ao ultrapassar Martin e subir ao pódio no segundo lugar.
Jorge Martin nunca teve andamento para acompanhar Miller, mas no final da corrida, viu Binder muito mais rápido e perdeu o segundo lugar que tanto tempo segurou. Perdeu terreno na fase final, em poucas voltas, que parecia ser suficiente para terminar no lugar intermédio do pódio.
Miguel Oliveira esteve muito próximo de poder terminar no pódio, mas as últimas voltas foram madrastas. Ainda parecia ser capaz de acompanhar Binder na recuperação, mas depressa perdeu o contacto com o seu companheiro de equipa e viu-se imediatamente pressionado por Marc Márquez. Tentou responder à ultrapassagem do espanhol da Honda, mas nessa discussão Luca Marini juntou-se ao duo de pilotos e passou a ser uma ameaça ao quinto posto. Márquez arrancou mal e baixou algumas posições. O quarto posto no seu regresso às pistas e com dificuldades físicas, acaba por ser um bom resultado.
Sem estarem na frente do pelotão como tem sido hábito, dos candidatos ao título do MotoGP, Fabio Quartararo foi quem tirou mais dividendos no GP do Japão. Ganhou pontos aos seus adversários apesar de ter terminado no oitavo posto e não ter tido uma corrida bem conseguida. Francesco Bagnaia passou grande parte da corrida sem conseguir sequer chegar às dez primeiras posições, mas depois de conseguir ultrapassar Enea Bastianini começou a pressionar Quartararo com a esperança de ‘roubar’ mais pontos ao líder do campeonato, mas caiu durante o processo e deitou tudo a perder.
Aleix Espargaró teve uma corrida para esquecer, que ficou logo decidida na volta de aquecimento. Teve de parar na box para trocar de moto, passando para o fundo do pelotão. Terminou no 16º lugar.

Filme da corrida:
Numa sessão de qualificação à chuva, Marc Márquez foi o grande herói do dia de ontem, conquistando a pole position para a corrida de 24 voltas ao traçado do Circuito de Motegi, realizada em piso seco. Antes da corrida começar, no Warm Up o piloto espanhol caiu.
Em plena recuperação no campeonato, Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team) arrancou do 12º posto da grelha de partida, enquanto o líder da classificação Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP) saiu da nona posição, ao lado de Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing) que foi oitavo na qualificação. Também ainda nas contas do campeonato, Aleix Espargaró (Aprilia Racing) que tinha qualificado no sexto posto, entrou no pitlane no final da volta de aquecimento, saindo dali para a corrida com outra moto.
Bons arranques dos pilotos da KTM, com Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) a assumir a liderança e Miguel Oliveira a subir ao quarto posto. Ainda na volta inicial, Binder foi ultrapassado por Jorge Martín (Pramac Racing) e Oliveira perdeu a posição para Jack Miller (Ducati Lenovo Team). Um pouco depois, o piloto luso recuperou o quarto lugar com troca com Marc Márquez que baixou algumas posições na fase inicial da prova japonesa.
Na luta pela segunda posição e ainda nas 2 primeiras voltas, Miller pressionou Binder e conseguiu ultrapassar o piloto da KTM pouco depois. Uma volta depois, o australiano conseguiu passar para a liderança do pelotão, deixando Martin no segundo posto.
Com os dois da frente do pelotão a distanciarem-se dos seus perseguidores, Binder não conseguia impor o mesmo ritmo e foi ultrapassado pelo seu colega de equipa, Miguel Oliveira que estava bem mais rápido. Atrás de Binder estava ainda Márquez. Mais atrás, Francesco Bagnaia tinha subido apenas 2 posições nas primeiras 7 voltas do GP do Japão, estando pressionado por Enea Bastianini (Gresini Racing MotoGP) no décimo posto.
Aleix Espargaró, depois de arrancar do pitlane, tentava recuperar posições, porém estava ainda longe das posições pontuáveis.
Miller impôs um bom ritmo na frente do pelotão e conseguiu uma pequena vantagem sobre Jorge Martin, que tinha por sua vez, mais de 2.5s de vantagem sobre Brad Binder, que entretanto tinha ultrapassado Miguel Oliveira.
Com as posições na frente sem sofrerem alterações, as atenções centraram-se um pouco mais atrás no pelotão. Bastianini, depois de ter deixado Bagnaia para trás, pressionou Pol Espargaró (Repsol Honda Team) e conseguiu subir ao nono posto. O piloto da Ducati oficial imitou o homem da Gresini e passou Espargaró assumindo o décimo lugar.
A moto de Takuya Tsuda, o wildcard da Suzuki no Japão, sofreu um princípio de incêndio, obrigando o piloto a abandonar a corrida.
A dez voltas do final da corrida, Jack Miller tinha uma vantagem confortável e dominava a corrida japonesa do MotoGP, enquanto Jorge Martin estava numa espécie de ‘terra de ninguém’. Não conseguia aproximar-se de Miller com mais de 4 segundos para o australiano da Ducati, mas estava longe dos dois pilotos da KTM, Binder e Oliveira. Márquez seguia no quinto posto a meio segundo do piloto português.
Mais más notícias para a Suzuki. Álex Rins teve de desistir com problemas na moto, regressando à box em ritmo lento.
Nas últimas oito voltas do GP do Japão, Oliveira perdeu o contacto com Brad Binder e ficou mais pressionado por Marc Márquez. Enquanto isso, o piloto sul-africano da KTM e Jorge Martin foram avisados pela direção de corrida para cumprirem os limites de pista.
Um pouco mais atrás, ‘Pecco’ Bagnaia surpreendeu Enea Bastianini na volta 21 e subiu ao nono posto da classificação. Foi uma boa manobra de ultrapassagem. O piloto da Ducati foi ainda a tempo de pressionar o líder do campeonato, Fabio Quartararo, mas quando pressionava o homem da Yamaha, caiu e deitou tudo a perder.
Na frente, Brad Binder conseguiu subir ao segundo posto depois de recuperar a desvantagem para Jorge Martin, que terminou no terceiro posto. Um pouco mais atrás, Miguel Oliveira não conseguiu segurar o ímpeto final de Marc Márquez e perdeu o quarto posto para o espanhol. O piloto português da KTM deu luta, mas no meio da tentativa de recuperar o lugar, viu Luca Marini a recuperar algum terreno e terminou a defender o quinto posto dos ataques de Marini, que ainda o ultrapassou por breves instantes.

0 0 votes
Article Rating
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x