MotoGP, Itália: Ducati surpreendida com as declarações de Marc Márquez

Por a 31 Maio 2024 16:49

O Grande Prémio de Itália também é um acontecimento quente no que diz respeito ao mercado de pilotos, principalmente depois das últimas declarações de Marc Márquez.

A Ducati ainda não anunciou quem se juntará a Francesco Bagnaia na próxima temporada. Parecia que a decisão poderia chegar durante o GP de Mugello, mas o fabricante de Borgo Panigale tarda na decisão, dando origem a uma confusão de rumores e hipóteses incontroláveis.

Marc Márquez e Jorge Martin estão a competir por um lugar na equipa de fábrica . Nos últimos dias parecia possível que Martin se tornasse oficial e Márquez ocupasse o seu lugar na Pramac que tem uma Desmosedici de fábrica.

Em vez disso, Márquez embaralhou as cartas afirmando que a equipa Pramac não está entre as suas opções e acrescentando que tem três opções em aberto, duas delas na Ducati: ou estará na equipa oficial ou permanecerá na Gresini.

Uma postura que surpreendeu a Ducati e, talvez, gerou um pouco de nervosismo nos escalões superiores de Borgo Panigale.

Mauro Grassilli, diretor desportivo da Ducati, tentou acalmar as coisas na Sky Sport: “É um momento muito delicado da temporada. Cada piloto tenta traçar a melhor estratégia para si e para o seu futuro. A declaração, portanto, não nos surpreendeu e tomamos nota dela. A Pramac é uma equipa formidável, é uma moto oficial gerida por profissionais ”.

“Não estávamos preparados para estas declarações, mas não estamos preparados para muitas outras declarações: nem sempre podemos saber o que dizem os pilotos, que são pessoas especiais e superinteligentes e devem dizer o que sentem naquele específico momento.” Acrescentou Grassilli.

Contudo, a decisão final ainda não foi tomada.

“Decidimos não nos dedicar a isto durante o fim-de-semana de Mugello, mas pensar apenas na corrida. Fizemos diversas análises nos últimos meses e ainda estamos a fazer. Ir para a Pramac foi certamente uma das diferentes análises, mas não a única. Ainda estamos a avaliar muitas outras hipóteses .”

Em qualquer caso, Grassilli tem ideias muito claras sobre a colaboração com a Pramac, agora cortejada pela Yamaha: “Espero que o Paolo (Campinoti) e a Pramac permaneçam connosco, pelo menos durante os próximos dois anos”.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x