MotoGP, Casey Stoner: “O meu primeiro engenheiro via-me como um miúdo que não sabia nada”

Por a 24 Novembro 2021 12:38

Casey Stoner deu uma entrevista ao podcast ‘Late On The Brakes’, onde falou sobre as dificuldades que encontrou no início de carreira, mas como isso nunca o impediu de estabelecer objetivos altos durante o seu percurso. O australiano disse que ser campeão mundial era um objetivo desde o início.

“Sou sempre uma pessoa que coloca os objetivos lá em cima. Percebo as pessoas que queiram apenas colocar um objetivo de cada vez. Digamos que, antes de chegar sequer aos Grandes Prémios, tinha a certeza que conseguia ser campeão mundial. Sem ser demasiado confiante ou arrogante. Mas era aí que eu queria chegar. Era esse o meu objetivo. Ia para lá para chegar à classe principal e ver se conseguia ganhar um campeonato”, começou por dizer.

“Os meus primeiros anos em GPs, isso quase terminou para mim. O meu engenheiro esse ano era difícil de trabalhar. Via-me apenas como um miúdo novo que não sabia nada e não me tornava a vida fácil. E tive um ano muito, muito difícil na classe 250 também. Nessa altura, só tinha feito corridas durante dois anos. Fiz Superteens, depois campeonato britânico e depois estava no campeonato mundial de 250 – já na segunda categoria, um lugar abaixo do MotoGP, era o caminho errado. Mas não tínhamos opções”, revelou.

“Compreendo aqueles que estabelecem objetivos que às vezes são demasiado altos, mas podes colocá-los em cima e ter algo para alcançar, em vez de estabelecer pequenos objetivos que alcanças logo. Mas ao mesmo tempo, precisas de ser realista. Se precisas de ajustar os teus objetivos, ajustas. Mas eu já tinha grandes objetivos antes de chegar a Grandes Prémios. Tive de os reajustar um pouco, mas ainda os consegui atingir”, terminou.

5 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x