MotoGP, 2021, a época em retrospetiva: Grande Prémio de França

Por a 19 Julho 2021 14:30

Le Mans deu-nos a primeira corrida de bandeira a bandeira em quatro anos enquanto Miguel Oliveira tinha uma rara queda e Jack Miller vinha de trás para a frente para vencer

Poucas tardes de domingo foram tão repletas de drama pulsante e acção incessante, que no fim-de-semana do Grand Prix de France SHARK de 2021.

Numa rara corrida de bandeira a bandeira, Jack Miller da Ducati Lenovo, e apesar de duas voltas longas de penalização, tornou-se o primeiro australiano desde Casey Stoner em 2012 a ganhar corridas consecutivas na classe rainha ao liderar um duplo pódio francês em Le Mans.

Johann Zarco (Ducati Pramac Racing) e Fabio Quartararo (Yamaha Monster Energy) espalharam o espumante na famosa tribuna, num encontro inesquecível em MotoGP.

Quatro longos anos esperámos para ver a moto de MotoGP a roncar pelo pitlane a meio de uma corrida e, finalmente, essa espera chegou ao fim em Le Mans.

A chuva começou a cair e os pilotos tiveram de vir ao pitlane trocar de moto.

É em momentos assim que se fazem ou perdem corridas, e a acção de Miller foi decisiva.

Por outro lado, vimos Franco Morbidelli, depois de ter lutado com um problema no joelho durante a maior parte do fim-de-semana, voltou a ter problemas durante a corrida.

Evacuado numa maca depois de cair, Morbi empurrou a sua moto até ao fim do pitlane e voltou à pista para salvar um ponto, apesar das dores.

Logo no arranque Miller fugiu à frente, seguido de duas Yamaha e três Honda, de Nakagami, Márquez e Espargaró.

Morbidelli caia e Oliveira recuperava de 12º para oitavo enquanto à segunda volta, Viñales liderava sobre Miller e Quartararo, e a seguir vinham Nakagami, Rins e Márquez.

Duas voltas depois, gotas de chuva apareceram no circuito e Quartararo, numa manobra ousada, tinha-se colocado no comando.

Oliveira teve um momento que o baixou para 14º, e o anterior líder Viñales era já quinto, mas com a chuva agora constante chegara a altura de trocar de motos.

Com o tempo médio de troca de moto a situar-se por volta dos 30 segundos, Rins caiu imediatamente no regresso à pista com pneus de chuva, e agora era Marc Márquez na liderança e Miller e Bagnaia viam penalidades de volta longa aplicadas por excesso de velocidade no Pit Lane.

Nas condições molhadas, Márquez fugia à frente, perseguido apenas por Quartararo só para cair a seguir à entrada da reta da meta e Oliveira encetava uma recuperação de fora dos pontos, mas caiu também a 15 voltas do final.

Miller liderava sobre Quartararo e Zarco e Márquez caia pela segunda vez, desta para desistir.

Miller afastou-se para ganhar pela segunda vez consecutiva, com Quartararo obrigado a contentar-se com terceiro perante a carga de Zarco.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x