MotoGP, 2020,Áustria: Zarco, pilotagem ou vandalismo?

Por a 16 Agosto 2020 16:17

Depois da mais recente peripécia em pista de Zarco, a pergunta que muitos se devem estar a fazer no paddock é até quando vai o comportamento irresponsável do Francês ser tolerado sem punição exemplar?

Já o ano passado o francês praticamente arruinou a época de Miguel Oliveira quando o abalroou por detrás em Silverstone, a tentar uma manobra impossível e já este ano deitou para fora da corrida Pol Espargaró, que estava em ritmo vencedor, e escapou com o castigo leve de uma volta longa.

Agora a queda horrível de Morbidelli depois de mais uma manobra irresponsável esteve a milímetros de causar mortes, e temos que nos interrogar que mais estragos vai o francês causar com o seu comportamento irresponsável…

De facto se a mota desgovernada de Morbidelli tivesse atingido Valentino Rossi, as consequências teriam sido gravíssimas, pois deitado em curva como ia, teria sido esmagado contra a sua própria moto.

Não é que não se caia em corrida, como Miguel Oliveira e Alex Rins acabam de demonstrar há pouco.

Cair em corrida é indesejável, mas é uma possibilidade real e inevitável, parte de levar uma moto aos limites durante 40 minutos em companhia de outros pilotos igualmente decididos a ficar à nossa frente….

As corridas de moto comportam riscos, mas quando um piloto causa constantemente quedas de outros, sem que por vezes pareça haver um objetivo, onde é que vai acabar, senão em fatalidade?

A cara de Rossi quando chegou à boxe dizia tudo, e nós perguntamos: até quando?

Entretanto, a Yamaha Petronas já emitiu o seguinte comunicado:

“Franco está bem. A mão direita, o ombro direito e a cabeça sofreram o pior do acidente, mas não perdeu a consciência em nenhum momento. Foi submetido a uma tomografia, que mostrou que não existem grandes problemas. Franco está atualmente na Clinica Mobile a fazer pequenos curativos.”

0 0 vote
Article Rating
12 Comentários
antigo
recente mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
jcm
jcm
2 meses atrás

do que leio, retiro que o autor não gosta do Zarco, uma vez que o que eu vi, foi que o Morbideli é que bate na roda de trás do Zarco – se assim for o autor não pode escrever desta maneira …

GR
GR
Reply to  jcm
2 meses atrás

É o problema do jornalismo de opinião. Facto é, também eu não sou fã do Zarco, não o era enquanto ele foi piloto da Yamaha, não enquanto piloto da KTM, e agora na Ducati, nada a apontar. A penalização foi para ele na última semana, mas a culpa foi do Pol. Hoje, basta ver as imagens com mais atenção, o Morbidelli é que toca no Zarco, por muito que ele se estivesse a chegar à direita, estava até na frente de Morbidelli. Claro que concordo que foi muito mau o que aconteceu com o Miguel, mas nem todos os acidentes que o envolvem são culpa dele, e os dois últimos não o são. Já os do Pol, estamos noutra conversa.

antolive
antolive
Reply to  jcm
2 meses atrás

Abres os olhos!…

Mauro
Mauro
Reply to  jcm
2 meses atrás

imagina voce em uma moto a 300km/h e quando chega proximo do ponto de frenagem alguém entra na sua frente e freia bruscamente antes de voce. O Morbidelli estava no seu trajeto e o Zarco entrou na sua frente na tentativa de fazê-lo frear num ponto extremamente perigoso. Na minha opinião o Zarco foi irresponsável ao tentar fechar o adversário em um local de perigo e por isso aconteceu o acidente.
E no ponto do acidente tem um pequeno desvio para a esquerda antes de chegar na curva e o Morbidelli estava com sua moto um pouco inclinada para a esquerda quando o Zarco o fechou o que dificulta para o Morbidelli desviar-se dele por causa da alta velocidade.

N.M.
N.M.
2 meses atrás

Motosport, o que é que se passa convosco? Nao gosto do comportamento do Zarco em pista contudo nem tudo é assim tao linear. Até acho que o acidente com o Morbidelli é da sua responsabilidade, nao podes mudar tao drasticamente a tua linha de travagem a 320 kmh mas em Brno nao concordo nada com a argumentação e exagero. Aí quem comete o erro é o Pol, o retorno à linha de trajetória tem que ser feito de forma cuidadosa, quem está lá nem sempre consegue evitar o toque, sendo o Zarco agressivo ainda pior. O pior do texto é conseguir comparar este caso à queda do Miguel! Dois textos infelizes num curto espaço de tempo é estranho! Mais rigor, caso contrario, o motosport acabará por desaparecer do meu historico!

GR
GR
Reply to  N.M.
2 meses atrás

Fica pior quando se escreve “não é que não se caia em corrida, como Miguel Oliveira e Alex Rins acabam de demonstrar (…)”. Ou o metia com o Pol, e pronto, é referência ao acidente, ou assim parece ser culpa do Miguel, o que já se pode ver que não é. Tenho a dizer, já nem tinha o Motorsport no meu histórico, vim para ter informações sobre o Miguel e o acidente. Como o que consegui até agora foi ler coisas assim, assino por baixo nesse teu comentário, e talvez tão cedo não volte a ler coisas por aqui. Triste fico ao ter de escrever isto.

josemj
josemj
2 meses atrás

Me parece que os leitores abaixo não assistiram com atenção o acidente ou conhecem muito pouco sobre corrida de motos : A atitude do Zarco nesta manhã foi simplesmente criminosa. Ele alterou sua linha guinando sua moto para a direita no ponto de frenagem. E aquele é um ponto de frenagem forte. Qualquer pessoa que já pilotou moto de corridas sabe que uma vez num momento de frenagem forte, o piloto fica impossibilitado de alterar sua direção. Quando Zarco jogou sua moto para cima da linha do Morbidelli no ponto de frenagem, o italiano nada poderia fazer, para se livrar do acidente que pela sua dimensão teve um resultado muito positivo. Zarco merece e certamente será punido com rigor em função de sua manobra irresponsável e criminosa. Quem pensa diferente terá que rever seus conceitos, seja sobre o motociclismo, seja sobre justiça.

antolive
antolive
Reply to  josemj
2 meses atrás

Corretíssimo!… Acho que só nós é que vimos esta corrida… ainda me pergunto que linha foi aquela que Zarco queria seguir?! Acho que este pessoal deveria pedir desculpa, ou então apagar os próprios comentários que fizeram sobre este jornalista. Quem acompanha assiduamente ao longo dos anos o motogp como desportista e segue a carreia deste piloto (Zarco) desde a moto3, não estranha mais uma vez a atitude deste em corrida e ainda este pessoal fica indignado, valha-vos “Deus”!!…

GR
GR
Reply to  antolive
2 meses atrás

Eu não posso pedir desculpa pelo que disse. Ainda acredito que o Zarco não fez nada de errado, fez uma ultrapassagem, o Morbidelli tinha o Zarco no seu campo de visão, e qualquer um sabia que iam travar para a curva 3. A linha do Zarco era diferente da do Morbidelli sim, mas não faz dela errada. O Zarco podia tentar a ultrapassagem mais tarde já que ia numa mota mais rápida? Claro que sim, mas não me parece errado de o fazer ali. Quanto ao ataque feito pelo jornalista, isso sim, é asqueroso, não pelo jornalista em si, que não o conheço nem ao seu trabalho, e pode ser fantástico em tudo o resto, mas sinto que é um tremendo ataque ao jornalismo escrever um artigo desta forma, em que não se respeita o código deontológico.

roq
roq
2 meses atrás

O autor deste artigo deve estar a gozar com a inteligência das pessoas.
Desde quando alguém que assume a dianteira numa ultrapassagem, e é abalroado em seguida pelo piloto que foi ultrapassado, é culpado?
Só se for por revanchismo, sectarismo e ódio.
Isto são opiniões (à benfica). Mesmo que esteja ali tudo à vista, os culpados são sempre os outros (e os árbitros corroboram).
O jornalismo em Portugal está cada vez mais sectário, tendencioso e tóxico. Tenham vergonha.

antolive
antolive
Reply to  roq
2 meses atrás

És mais um daqueles espertos e inteligentes e que pelos os vistos, este jornalista escreveu para os “burros” que não conseguem mesmo assim enxergarem. O teu comentário é que triste e tóxico!… Não confundas regras de transito em futebol e muito menos em corridas acima dos 300 Km/h. Mais um que teima em não abrir os olhos!!…

roq
roq
2 meses atrás

Já publicaram aquilo que disse a equipa do Zarco sobre o acidente. Que, de acordo com a telemetria, ele travou mais tarde que nas voltas anteriores, após ter ultrapassado o Morbideli?
Insinuar que se cometem erros por vandalismo ou má fé é torpe e infame. Ninguém vai querer provocar um acidente só porque sim. A competição tem riscos e os acidentes acontecem a todos, em especial quando se arrisca para vencer. Não venham os Rossi e outros quejandos, dar uma de virgens santas, quando eu já os vi fazer grandes asneiras e até empurrar adversários para fora das pistas.
E muito mal vai o jornalismo quando se regula por nacionalismos, clubismos e estados de alma ridículos e bacocos, à laia do futebolês tuga.

Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
12
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x