MotoGP, 2020: Mir e Rins destacam papel de Guintoli na Suzuki

Por a 15 Dezembro 2020 14:00

Todos fizeram a sua parte no sucesso da Suzuki e o trabalho do piloto de testes Francês Sylvain Guintoli é reconhecido por todos

“É certamente uma grande ajuda para nós. O seu trabalho é incrível porque ele é muito sensível.”

Joan Mir

A utilidade de Guintoli definitivamente não está causa no seio da Suzuki, onde o entusiasmo ainda está em alta depois do título conquistado no campeonato de pilotos por Joan Mir.

O jovem maiorquino ainda está a consolidar-se na classe, no final do seu segundo ano no MotoGP, mas confirma o sucesso da política de recrutamento da marca, apostando em jovens valores.

Sob a liderança de Davide Brivio, um dos orçamentos mais pequenos do MotoGP está a revelar-se o melhor retorno ao investimento com a otimização de uma força de trabalho compacta e uma gestão apertada dos recursos.

Porém, por detrás do sucesso dos pilotos da Suzuki, também está um pequeno francês cuja contribuição ninguém esconde dentro da formação de Hamamatsu. Pelo contrário, Guintoli destaca-se e são os pilotos Joan Mir e Alex Rins os primeiros a dizê-lo.

Uma homenagem ao trabalho de bastidores realizado por Sylvain Guintoli, que está a desfrutar de uma nova vida profissional após o seu título mundial de SBK com a Aprilia em 2014.

O sistema da Suzuki com dois jovens pilotos regulares e um veterano a apoia-los valeu a pena. O campeão mundial Joan Mir elogia a contribuição de Guintoli:

“É certamente uma grande ajuda para nós. O seu trabalho é incrível porque ele é muito sensível. Guintoli é realmente uma grande ajuda”

“Ele sente muito do que a moto está a fazer e testa muito bem as diferentes partes que a Suzuki traz. O seu trabalho é uma das razões decisivas pelas quais Suzuki está a este nível.”

O seu colega de equipa Alex Rins também está entusiasmado com a contribuição de Guintoli.

“Ele está a fazer um trabalho muito bom. Alguns dos nossos resultados devem-se ao seu trabalho”, disse Rins, que se juntou à Suzuki há quatro anos com Guintoli. “Sentimos esta evolução desde que ele foi testar pela primeira vez a nossa moto”, disse Rins.

A legitimidade de Sylvain Guintoli no projeto GSX-RR de MotoGP da Suzuki é, portanto, inegável e indiscutível. Recorde-se que, logo no início do uso desta moto, Davide Brivio tinha solicitado a ajuda de outro Francês na pessoa de Randy de Puniet.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x