Moto3,2020, Portimão, corrida: Albert Arenas, a primeira entrevista

Por a 23 Novembro 2020 13:00

Eufórico, radiante, ainda exausto da corrida, Arenas falou da corrida que lhe deu a vitória e das suas sensações ao longo de uma época triunfante

havia muitos fatores que nós não conseguimos controlar

Albert Arenas é o campeão mundial de Moto 3 de 2020, depois de todo o ano ter lidado com a pressão e os altos e baixos próprios da competição e da classe, gerindo até ao fim, atacando sempre no momento certo, e comentou assim a corrida que lhe deu a vitória no Campeonato:

“Que sensação incrível, neste momento estou eufórico mas ainda nem me dei conta bem do que aconteceu!”

“Sabia que era uma questão de tempo, uma questão de corridas, para fechar o Campeonato durante estas últimas corridas, mas havia muitos fatores que nós não conseguimos controlar, não estava tudo nas minhas mãos…”

Eu estava a tentar ter tudo sob controle e ao mesmo tempo divertir-me com a minha condução, se fosse possível, e finalmente conseguimos!”

“É incrível, comecei a corrida com imensa força, imensa energia, queria puxar, queria ir para a frente e fazer um grande resultado e gozar o momento…”

“Até meio de corrida, estava mesmo confortável, mas depois comecei a ter alguns problemas, nem sei bem o quê, mas o pneu traseiro começou a degradar-se e havia um momento em que eu estava a ter mais problemas e sofremos bastante…”

“Depois entrei no ritmo outra vez, e na última volta estava a apanhar o Arbolino, ele estava lá à minha frente mas foi um momento típico das Moto 3 todos que não tinham nada a perder a atacar, lembro-me de ter uma data de toques…”

“Estava a tentar tirar o melhor da minha moto daí até a linha da bandeira, estava a tentar dar o meu melhor, mas até a ver a placa da minha equipa não tinha a certeza.”

“Queria estar com a minha equipa o mais cedo possível, celebrar com eles, foi incrível o que fizemos!”

“O ano começou logo bem, com aquele boost de começar a vencer no Qatar, depois uma baixa com a queda em Jerez, mais um alto por estar no topo em Bruno outra vez…”

“Estávamos lá, estivemos a trabalhar muito toda a época, sempre a tentar melhorar…”

“No final, estou contente, porque fiz tudo que podia fazer!”

“É uma grande satisfação,  e agora estou completamente relaxado, tenho que apreciar as positivas, mas também levar alguma coisa negativas que aprendi para a próxima época de Moto 2!”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Moto GP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x