GP Argentina Moto3: Recuperação incrível de Joan Mir vale triunfo

Por a 9 Abril 2017 17:47

Segunda corrida de Moto3 em 2017 segunda vitória para Joan Mir. O piloto da Leopard Racing venceu com toda a categoria uma prova onde partiu de um distante 16º lugar e com isso solidificou a sua liderança no campeonato das 250cc a quatro tempos, tendo 10 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, John McPhee.

Como é habitual em Moto3 um grande grupo de pilotos lutou pelas primeiras posições, mas nas últimas voltas foram cinco os pilotos que discutiram o triunfo: Joan Mir, Andrea Migno, Jorge Martín, John McPhee e Philipp Oettl.

Tudo ficou decidido numa emocionante última volta. Joan Mir, que realizou uma grande recuperação na fase inicial da corrida, foi o piloto que mais voltas liderou este grupo. Na derradeira volta não se amedrontou com os ataques de John McPhee segurando a liderança, que valeu a segunda vitória consecutiva esta época, terceira em Moto3.

Num pódio igual ao de há 15 dias em Losail, o homem da pole position, John McPhee, foi segundo e mais uma vez foi um dos grandes animadores da corrida. Contudo voltou a ser superado um irrepreensível Joan Mir. Jorge Martín com uma corrida muito consistente completou o pódio e nos últimos metros quase que surpreendia McPhee. Seguiu-se um surpreendente Philipp Oettl, que foi secundado por Andrea Migno, num top cinco onde figuraram três Honda, a marca vencedora, contra duas KTM. Destaque também para Livio Loi, que foi sexto, na frente de Romano Fenati, que durante toda a prova nunca esteve em condições de lutar por posições mais cimeiras.

No campo das desilusões ficaram novamente Nicolò Bulega, Enea Bastianini e Fabio di Giannantonio. O primeiro, depois de uma primeira parte da corrida entre os primeiros, foi perdendo posições à medida que as voltas passavam  e viu a bandeira de xadrez apenas em 13º. Já Bastianini não evitou uma queda durante a prova e ficou novamente em branco ao ser 27º, enquanto di Giannantonio abandonou depois de sofrer uma queda quando discutia os primeiros lugares.

Nota ainda para o herói local, Gabriel Rodrigo, que perante o seu público abandonou a 10 voltas do fim devido a uma queda na Curva 2. Um início de ano azarado para o piloto argentino, que já havia falhado a primeira prova do ano no Qatar devido à fratura de uma clavícula.

A próxima ronda do Mundial é o Grande Prémio das Américas, que terá lugar no circuito de Austin entre os dias 21 e 23 de abril.

Sem Título

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png