SBK, história: Top 10 das vitórias finais

Por a 19 Junho 2020 16:00

A temporada de 2020 do Mundial de Superbike já teve ação impressionante na primeira prova, apesar da pausa forçada. No entanto, isto permite-nos revisitar algumas das nossas maiores corridas. Esta semana, revivemos as últimas vitórias dos maiores nomes das SBK, com despedidas afetuosas e muita emoção.

10) Vitória ao pôr-do-sol de Yanagawa: Sugo, Corrida 2, 1999

À medida que o milénio chegava ao fim, também mais uma temporada frenética de ação do SBK terminava. O título já tinha sido decidido em Hockenheim, na Alemanha, mas em Sugo, os pilotos wildcard, como de costume, estavam em cena, com enormes quantidades de orgulho em jogo. Apesar de não estar na batalha pelo segundo lugar do Campeonato, Akira Yanagawa queria ser o último vencedor do milénio e conseguiu uma vitória convincente diante de uma enorme multidão japonesa, o seu terceiro e último triunfo no topo.

9) Spies cheira sucesso: Corrida 1 de Portimão, 2009

O pêndulo do Campeonato Mundial de 2009 tinha balançado do início ao fim, com uma luta frente a frente entre o estreante Ben Spies e o veterano Noriyuki Haga terminando em Portugal. A Corrida 1 viu Spies colocar no terreno mais uma performance dominante, e apesar de chegar ao fim de semana com um défice de dez pontos para Haga, uma queda para o japonês combinada com a vitória da Corrida 1 de Spies deu ao americano a liderança do Campeonato. A seguir, garantiu o título na Corrida 2, a sua última vitória em SBK, com Haga a terminar em segundo lugar pela terceira vez.

8) Ligeiramente nebuloso, mas marginalmente vitorioso: A1 Ring, Corrida 2, 1998

Aaron Slight x Carl Fogarty: ex-companheiros de equipa e nem por isso melhores amigos, disputando a coroa de SBK de 1998. A tentativa de Slight para uma segunda dupla de carreira significava que, na Áustria, não seria derrotado, e a vitória na Corrida 1 sobre Pierfrancesco Chili precedeu um duelo apertado na Corrida 2, onde Slight e Fogarty trocaram de lugar várias vezes nas últimas voltas. Slight, na Honda Castrol, ficou por cima por apenas 0,181s, conseguindo uma última vitória. Enquanto Aaron venceu a batalha, Fogarty viria a ganhar a guerra e um terceiro título na última ronda em Sugo.

7) O regresso do Campeão Corser: Phillip Island, Corrida 1, 2006

É difícil pensar que a carreira de vitórias de Troy Corser terminou em 2006, apesar de ter sido vice-campeão em 2008 e de se ter reformado só em 2011. No entanto, conseguiu a sua última vitória em casa numa intensa batalha com Alex Barros, quando o líder da Corrida, Troy Bayliss, recuou para meio do pelotão nas voltas finais e Corser capitalizou totalmente. Ainda não tinha acabado, já que o estreante Barros procurava utilizar toda a sua experiência de MotoGP e conseguir uma primeira vitória em SBK. Corser afincou-se a negar a Barros a primeira vitória, conseguindo uma inesperada última vitória por apenas 0,450s.

6) Toseland põe a multidão doida: Brands Hatch, Corrida 2, 2007

Andando melhor do que nunca e tocando o hino nacional britânico antes da corrida, as expectativas eram altas para James Toseland em Brands Hatch em 2007. O seu triunfo na corrida 1 antecedeu uma vitória elegante na Corrida 2, dando a ‘JT’ a sua primeira e única dupla. Seguiram-se grandes celebrações e Toseland voltou a ser um herói. Ao falar na Corrida desde então, ‘JT’ disse: “Havia buzinas de ar por toda a pista… quase se podia ouvir as pessoas gritando ‘James’ no meu capacete, mesmo sobre o ruído do motor e com os tampões dos ouvidos!”

Descubra quem compõe a Parte 2 das mais emocionais vitórias de despedida amanhã!

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x