MotoGP: Márquez satisfeito com a direção dos testes

Por a 6 Agosto 2019 17:00

Um dia depois de uma das suas vitórias mais esmagadoras na classe de MotoGP, Marc Márquez ensaiou “muitos, muitos” itens no teste pós-corrida em Brno e concluiu que a direção de desenvolvimento atual da HRC é “a certa”.

O piloto de 26 anos de idade chegou ao oitavo tempo segunda-feira, 0,6s atrás do ritmo de Fabio Quartararo, ao testar mais um chassis novo, diferentes partes aerodinâmicas e um par de novos pneus Michelin.

“É claro que, no final, fizemos mais voltas do que esperávamos ou planeávamos, mas, de qualquer forma, tivemos muitas coisas para fazer, especialmente porque a Michelin trouxe dois pneus e depois a Honda trouxe muitas, muitas coisas”, disse Marquez.

“Uma dessas coisas era um novo chassis e também partes aerodinâmicas, coisas diferentes na moto. Havia algumas coisas interessantes que com certeza usaremos nas próximas corridas, mas continuamos trabalhando na mesma direção, porque é a certa”.

No novo chassis que tentou, o atual campeão mundial esclareceu que era diferente do quadro que testou durante os treinos livres em Sachsenring e no fim-de-semana da corrida de Brno.

“É outro quadro, muito parecido com o atual, mas eles querem fazer algumas modificações a pensar no futuro, e foi basicamente muito, muito parecido”.

“[Parece] estar entre os dois chassis anteriores, e o comportamento era muito parecido. Mas o mais importante é que eu e o Cal [Crutchlow] fizemos mais ou menos os mesmos comentários, e isso é importante, porque no final, seguimos a mesma direção. ”

No Sachsenring, Márquez explicou que o objetivo do seu novo quadro era ajudar na inserção em curva. Com o quadro com que começou a temporada, o catalão tinha de produzir ângulo de inclinação incríveis para curvar- daí as frequentes quedas.

“Estamos tentando trabalhar nessa área, tentando carregar menos o pneu dianteiro, tentando entender por que precisamos de nos inclinar tanto, aos 65 graus que às vezes atinjo este ano”, explicou ele.

“E é nisso que estamos trabalhando mais, para tentar entender no futuro, porque se se conseguir andar mais com a mesma velocidade e menos ângulo de inclinação, a aderência é melhor”.

Marquez também teve um pacote aerodinâmico atualizado para tentar, que já foi usado pelo companheiro de equipa Jorge Lorenzo na primeira metade da temporada.

“Foi um novo pacote de aerodinâmica, é algo que se pode ver, e parece que foi algo muito, muito positivo, agora eles precisam de analisar mais profundamente, mas a sensação na moto foi boa, e consegui ter mais sensação do comportamento.”

“Mas ainda temos essa carta para jogar, podemos homologar outro pacote aerodinâmico, porque a Ducati já o fez. E talvez, se agora eles analisarem os dados, o homologuemos para a Áustria, mas não é 100% garantido.”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png