MotoGP: Binder confirmado na MotoGP em 2020

Por a 10 Julho 2019 15:30

Foi confirmado hoje que a estrela da KTM Red Bull em Moto2, Brad Binder, vai subir ao MotoGP para a temporada de 2020 com a KTM Tech 3.

O Sul-africano fez a sua estreia em 2011, completando cinco corridas nas 125cc na Red Bull Rookies Cup antes de uma corrida de Moto3 em 2012.

Entre 2012 e 2015, Binder conseguiu seis pódios, antes de efetuar uma campanha brilhante de Moto3 em 2016 com a KTM Red Bull Ajo, em que venceu sete corridas e terminou fora do pódio apenas quatro vezes a caminho da conquista do título de Moto3 em 2016.

A mudança para a classe intermédia, viu Binder terminar o ano com três pódios seguidos na Austrália, Malásia e Valência. O GP da Alemanha de 2018 deu a Binder a sua primeira vitória em Moto2, a que se seguiram Aragão e a Austrália naquela temporada, para terminar em terceiro na classificação geral.

Esta época, a nova KTM Moto2 com motor Triumph tem tido as suas dificuldades, mas dois pódios seguidos colocam Binder num bom lugar para o resto de 2019.

E agora foi anunciado que Binder subirá para a classe de MotoGP em 2020, juntando-se à KTM Red Bull Tech 3. Esta façanha faz com que o Binder se torne no primeiro sul-africano a competir na categoria rainha desde 2000, e completando o lote de Red Bull Rookies, pilotos como Miguel Oliveira, Johann Zarco, ou Joan Mir que ascenderam à MotoGP.

Brad Binder: “É uma sensação incrível, pensar que vou correr no MotoGP no próximo ano. Só tenho que agradecer muito à KTM por confiar em mim e me levar até a categoria rainha e sim, estou muito animado para começar no ano que vem. Acho que o meu principal objetivo será aprender o mais rápido possível e aprender com os mais experientes nas KTM. No MotoGP tudo é extremamente difícil, por isso sei, tenho a certeza, que levará tempo a encontrar o meu ritmo, mas estou confiante de que podemos fazer um bom trabalho”.

Pit Beirer, Diretor da KTM Motorsport: “Poder assinar o Brad Binder para o nosso projeto de MotoGP é um momento emocionante porque ele está connosco há cinco anos e é um dos nossos campeões mundiais. Temos uma história e uma conexão fortes e estamos muito felizes que isso continue.”

“É claro que todos nós temos um grande desafio à nossa frente e também gostamos do facto de Brad ter esse estilo distinto de pilotagem que lhe permite puxar por uma moto ao máximo. Sentimos que ele “nos convém” e mal podemos esperar para ver como ele lida com uma moto de MotoGP.”

Herve Poncharal, Director da Equipa Red Bull KTM Tech3: “Estamos apenas a meio da nossa primeira época no MotoGP com a KTM, mas já temos algumas notícias incríveis e emocionantes que vêm com a assinatura do Brad Binder para a temporada 2020 do MotoGP. Brad é alguém que venho a seguir desde que ele se juntou ao campeonato na Red Bull MotoGP Rookies Cup e mais tarde na Moto3.”

“Sempre me surpreendi com o seu talento, agressividade e a atitude de nunca desistir, e quando se gere uma equipa, esse é o perfil do piloto que se adora ter. Ter a formação Miguel Oliveira – Brad Binder connosco no ano que vem, é algo que mostra a organização e caminho da Red Bull KTM.

Penso que o Brad Binder merece subir à MotoGP no próximo ano, depois do que tem mostrado na Moto2 nas duas últimas temporadas. Podemos testemunhar que a KTM está a trabalhar incrivelmente para melhorar a moto de MotoGP e tenho a certeza que o Brad com o teste de Inverno vai ser muito rápido desde a primeira volta.”

“Vai ser uma equipa forte, pois acho que haverá um ótimo relacionamento entre ele e o Miguel, e eu sinceramente acredito que não poderia sonhar com uma estrutura melhor.”

“O Miguel e o Brad já se conhecem, são ambos incríveis e nunca houve qualquer dúvida de que esta é a formação que gostaríamos de ter e gostaria de agradecer ao Pit Beirer pelo seu investimento, gostaria de agradecer ao Niki Ruhstorfer pelo seu apoio. Também gostaria de agradecer ao Bob Moore, o gerente pessoal do Brad, porque acho que nós quatro conseguimos fazer isso acontecer e esta é uma ótima notícia para as corridas de MotoGP e uma ótima notícia para a equipa KTM Red Bull Tech3.”

“Gostaria de dizer boas-vindas ao Brad e dizer-lhe que vamos segui-lo ainda mais de perto durante a segunda parte da temporada de Moto2. Tenho certeza que ele vai ganhar algumas corridas, por que não até, lutar pelo título e estamos prontos para recebê-lo do teste de Valência. ”

Não houve confirmação, mas tudo indica, então que o sempre mais lento Hafyz Syahrin não verá o seu contrato renovado para 2020 com a formação Franco-Austríaca…

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png