MotoGP, 2020: Phillip Island a abrir a época?

Por a 25 Dezembro 2019 15:00

A Dorna, organizadores do Mundial de MotoGP,  vem a considerar a data do GP da Austrália no final de Outubro como um problema, devido ao clima imprevisível da ilha ao largo de Melbourne. Embora já tarde para 2020, para 2021, o plano poderia ser inverter a coisa e a Austrália passar a ser a primeira prova.

Nos últimos meses, as equipas e o pessoal, fabricantes e pilotos queixaram-se de dois aspetos do calendário de MotoGP: Por que ter Phillip Island no final da época se isso quase garante tempo chuvoso, tempestade e frio, uma realidade de há anos a esta parte no final de Outubro? E por que foi Valencia transferida para meados de Novembro, quando pilotos como Rossi e Márquez, falaram de “temperaturas de inverno”?

O facto é que se calha haver um Domingo em Phillip Island tão tempestuoso como a tarde de Sábado de 2019, quando todas as atividades foram canceladas devido à tempestade, o único recurso será cancelar o Grande Prémio – como já aconteceu em 2018 em Silverstone devido à chuva e aos problemas de drenagem.

É por isso que já se estão a prever alterações no calendário do MotoGP para 2021.

Até agora, a mudança do evento de MotoGP na Austrália para Março ou Abril falhou devido ao veto do organizador local, a Australian Grand Prix Corporation.

Porque a AGPC também atua como promotora do início do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 em Melbourne, a duas horas de distância. A Fórmula 1 lá estará no próximo ano, de 13 a 15 de Março.

Até agora, o promotor de GP da Austrália recusou categoricamente uma data de MotoGP em Abril pela proximidade das duas.

Mas no Circuito da Catalunha e em Silverstone, um GP de Fórmula 1 e o evento de MotoGP ocorrem também no espaço de algumas semanas. Na Espanha, por exemplo, a Fórmula 1 será a 10 de Maio de 2020, com os ases da MotoGP a aparecer quatro semanas depois, a 7 de Junho. Na Inglaterra, a Fórmula 1 tem lugar em 14 de Julho, o MotoGP em 30 de Agosto, um pouco mais espaçado.

“Dois desses eventos podem ser organizados sem problemas se houver  um intervalo de quatro semanas entre eles“, prevê o CEO da Dorna, Carmelo Ezpeleta, há algum tempo. «A mesma pista de corrida é usada em Barcelona e Silverstone. No caso da Austrália, até se trata de duas pistas de corrida diferentes. Phillip Island pode muito bem estar preparada para um compromisso logo no início do ano.”

Mesmo com uma consulta favorável aos pilotos, a Dorna não conseguiu acordo com Phillip Island. “Porque no Campeonato Mundial de Superbike, a segunda corrida também teve que ser cancelada em Abril devido a inundações“, lembram os organizadores da Dorna.

Mas após o alerta meteorológico de Outubro passado, o tópico será renegociado. Pela primeira vez na história dos GP, em parte devido à grave queda de Miguel Oliveira a alta velocidade, tudo foi cancelado no Sábado e a qualificação para o MotoGP teve de ser realizada no Domingo, além do warm up e da corrida!

Como a corrida do Mundial de SBK de Buriram, na Tailândia, já tinha sido transferida de Outubro para 20 de Março, para 2020, o GP da Austrália 2021 poderia ser combinado com a Tailândia.

Assim, a Dorna está a considerar pedir à Australian Grand Prix Corporation (AGPC) e ao seu CEO Andrew Westacott se poderiam mover a abertura da temporada de MotoGP.

Phillip Island já esteve no calendário na primavera de 1989 – então como o segundo Grande Prémio depois de Suzuka no Japão a 9 de Abril.

Phillip Island teve a final do Mundial em 1990 – mas logo a 16 de Setembro, muito mais cedo, enquanto que agora a época se prolonga até Novembro!

A temporada começou na Austrália de 1993 a 1995 – mas em Eastern Creek, perto de Sydney. Recentemente, o início da temporada está fixado em Doha, no Qatar, desde 2007.

O calendário para 2021 está em discussão como: Início da temporada em Phillip Island em Fevereiro, seguido por Buriram e pelo Qatar em Março. O Campeonato Mundial de Superbike pode começar duas semanas antes da temporada de GP em Phillip Island – ou ser transferido para Abril. Como a Dorna controla ambos, isto é fácil de organizar.

O contrato da Dorna com o promotor de Phillip Island dura até 2026, mas a Dorna agora está insistindo em acomodar um ajuste na programação – porque se trata da segurança dos pilotos.

O facto de os pilotos do GP se recusarem a participar do desfile de pilotos (uma volta em carros descapotáveis) devido ao frio em 2019 também foi um efeito adverso do clima.

Ainda não é possível prever o que acontecerá com o GP de Valencia se estas alterações tiverem lugar.

A solução mais óbvia: as datas de Setembro e Outubro teriam que ser escalonadas, para que Valencia pudesse ocorrer duas semanas antes. A anterior data de Buriram em Outubro seria então adotada por Lombok na Indonésia em 2021 (ou mais tarde).

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png