MotoGP, 2020: Petrucci foi à Áustria falar com a KTM?

Por a 19 Junho 2020 14:30

Vários meios de comunicação estão a relatar que o italiano, de saída da Ducati, tem estado em Mattighofen para conversações com a marca laranja sobre uma possível mudança para 2021.

Parece que as peças finais do puzzle de MotoGP de 2021 estão finalmente a começar a encaixar, em particular no que diz respeito aos lugares de fábrica. A Sky Sports, parceira italiana emissora de MotoGP, relatou que o atual piloto da Ducati Team, Danilo Petrucci, esteve na Áustria nos últimos dias para continuar as conversações com a KTM Red Bull Factory Racing sobre a eventual substituição de Pol Espargaró, que parece prestes a juntar-se à Honda Repsol.

A fábrica austríaca parece prestes a perder o seu piloto-chave Pol Espargaró para a Honda Repsol  no próximo ano, deixando um lugar disponível na equipa. No entanto, o atual companheiro de equipa de Petrucci, Andrea Dovizioso (Ducati Team) está há muito ligado por rumores a uma mudança para o laranja da KTM e Petrucci está bem ciente disso. O italiano descreveu o mercado de pilotos atual como “um tabuleiro de xadrez, que se moverá primeiro através de Dovi”.

Por isso, apesar do seu interesse em mudar para a KTM, o piloto de 29 anos tem de esperar para ver se Dovizioso vai ficar ou mudar. No entanto, as negociações de Petrucci com a fábrica austríaca indicam que é quase garantido que Andrea Dovizioso seja o parceiro de Jack Miller na garagem da Ducati de fábrica a partir da próxima temporada.

No entanto, só porque o vencedor do Grande Prémio de Itália de 2019 esteve em Mattighofen para conversações, isso não significa que um acordo esteja feito e poderemos esperar ver o italiano chegar à ronda inaugural de 2021 de laranja.

O interesse da marca por Petrucci, tal como o da Honda por Espargaró, prende-se com serem pilotos habituados a um V4, que tem uma condução muito particular e diferente dum quatro em linha na forma brusca como coloca a potencia no chão. Por outro lado, um piloto que já venceu com a Desmosedici como Petrucci dificilmente se assustará com a supostamente feroz RC16 da KTM…

A Aprilia, pelas mesmas razões, já que também a RSGP é um V4, continua a ser uma opção para Petrux em 2021, mas a fábrica de Noale está neste momento à espera do resultado do recurso de suspensão do seu piloto contratado, Andrea Iannone, para uma decisão final.

Uma coisa é certa, porém, o filme de 2021, quando se trata de lugares de fábrica, está a começar a tornar-se um pouco menos nebuloso. A Yamaha está completa, a Suzuki está completa, agora parece que ambos os lugares na Honda estão também bloqueados, com Márquez e Espargaró, e a Ducati está servida, com Miller e Dovizioso.

Claro que nada é oficial ainda no que diz respeito aos restantes lugares no MotoGP para 2021, por isso, fiquem atentos nas próximas semanas para todas as notícias oficiais que não deixaremos de divulgar.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x