MotoGP, Áustria, Corrida: Nova vitória de Francesco Bagnaia

Por a 21 Agosto 2022 13:43

Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team) venceu a corrida do GP da Áustria, terminando confortavelmente na liderança do pelotão. O piloto da Ducati assumiu o primeiro posto após o arranque da prova e foi apenas ameaçado pelo seu companheiro de equipa, Jack Miller. Na segunda metade da corrida austríaca, Bagnaia conseguiu uma vantagem sobre os seus perseguidores e apenas teve de gerir esse terreno para triunfar pela terceira corrida consecutiva.
Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP) conseguiu não perder muitos pontos para Bagnaia no campeonato, tendo terminado a corrida no Red Bull Ring no segundo posto da classificação, a 0.492s do italiano da Ducati. O piloto francês da Yamaha ultrapassou Jack Miller nas voltas finais, deixando o piloto australiano a defender-se de Jorge Martín (Pramac Racing) para terminar no último lugar de acesso ao pódio.
Jorge Martin tentou aproveitar a manobra de Quartararo e subir ao pódio, mas Miller defendeu-se sempre dos ataques, até ao piloto da Pramac ter caído na última volta. Luca Marini (Mooney VR46 Racing Team) terminou o GP da Áustria no quarto posto e Johann Zarco (Pramac Racing) fechou o top 5. Enquanto Jorge Martin terminou no nono lugar e Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing) no 12º posto da classificação.

Destaques da corrida:
“Pecco” Bagnaia liderou de fio a pavio mais uma corrida e venceu a terceira corrida consecutiva, a quinta do ano. O italiano está a fazer aquilo que pode para ainda entrar na discussão do título mundial, mas o adversário maior, Fabio Quartararo não permite que a diferença aumente substancialmente. No Red Bull Ring, Bagnaia foi dominador e realmente é pena que tenha tido uma fase inicial da época para esquecer. Em apenas 3 corridas, Bagnaia somou 75 dos seus 131 pontos para o campeonato. É o piloto “mais” nesta fase da ´temporada.
Fabio Quartararo conseguiu um excelente resultado, tendo em conta que o traçado austríaco não favorece a sua Yamaha M1. Aproveitou as lutas à sua frente no pelotão e geriu a borracha dos seus pneus para atacar o máximo possível na fase final da corrida, quando vários pilotos sentiam dificuldades. A ultrapassagem a Jack Miller foi muito bem planeada e ainda melhor executada, mas teve alguma sorte por Jorge Martin ter tentado a sua sorte nessa altura. Atrasou um pouco Jack Miller, não permitindo ao australiano da Ducati a resposta ao seu adversário da Yamaha. Não tinha moto nem tempo suficiente para perseguir o líder da prova, que seguia imaculado na frente das operações.
Jack Miller tentou ultrapassar o seu companheiro de equipa, mas como admitiu após a corrida, não teve ritmo para tal. Poderia ter dado uma “dobradinha” à Ducati, mas Quartararo foi mais forte nas voltas finais, e como referimos antes, as manobras de Jorge Martin não o permitiram tentar recuperar a segunda posição. Ainda assim, é o segundo pódio nas últimas 3 corridas.
Destaque positivo ainda para Aleix Espargaró. O piloto da Aprilia voltou a perder pontos no campeonato para o líder Quartararo, mas tendo em conta as dificuldades físicas que ainda sente por ter fraturado o pé no GP passado e o facto de ter tido problemas no procedimento de arranque e ter sido “engolido” pelo pelotão, ter terminado no sexto posto final só pode ser um bom resultado. Aliás, o piloto foi recebido na box da equipa como se de uma vitória se tivesse tratado. Um belo momento no GP da Áustria.
Miguel Oliveira nem teve uma fase inicial da corrida muito bem conseguida, mas chegou ao fim na 12ª posição, numa corrida onde a falta de ritmo da KTM foi por demais evidente.
Enea Bastianini e Jorge Martin acabaram por ser os maiores derrotados da corrida austríaca. O primeiro teve algum problema na sua moto na travagem e ficou de fora da corrida, numa altura em que seguia nos lugares da frente. Podia muito bem ter discutido o pódio com os piloto oficiais da Ducati e com Jorge Martin.
O piloto espanhol da Pramac tentou, mas não foi feliz. Os pneus não permitiam devaneios e Martin pagou a fatura do seu excesso na última volta da prova austríaca, terminando muito longe dos lugares que merecia.

Filme da corrida:
Francesco Bagnaia saltou para a liderança do pelotão logo após o arranque da corrida do GP da Áustria, seguido de Enea Bastianini (Gresini Racing MotoGP) e Jack Miller. Jorge Martin tentou manter-se junto aos três primeiros e tinha alguma vantagem para Maverick Viñales (Aprilia Racing) no final da primeira volta. Ainda na volta inaugural, Joan Mir (Team Suzuki Ecstar) caiu e ficou de fora da corrida.
Miguel Oliveira passou pela primeira vez na linha de meta no 14º posto.
Enquanto Viñales conseguiu alguma vantagem para Fabio Quartararo, Martin conseguiu juntar-se aos 3 primeiros, formando o grupo que liderava a corrida. Jack Miller assumiu o segundo posto da classificação ainda na volta 4 e Jorge Martin tentou aproveitar a manobra à sua frente com Bastianini a dar resposta. Ainda na mesma volta, Oliveira perdeu uma posição, baixando para o 15º lugar.
Maverick Viñales baixou para o oitavo lugar depois de cometer um erro numa das curvas do traçado do Red Bull Ring. Quartararo assumiu o quinto posto, colocando-se logo na perseguição de Bastianini e Martin. Bastianini sentiu qualquer problema com a sua moto, talvez nos travões e teve de sair pela escapatória e perdeu qualquer possibilidade de discutir os primeiros lugares. Com este incidente, Bagnaia mantinha a liderança, agora muito pressionado pelo seu companheiro de equipa Jack Miller. Jorge Martin era o terceiro e Fabio Quartararo assumiu o quarto lugar, enquanto Aleix Espargaró (Aprilia Racing) – que teve dificuldades na sua Aprilia no momento da partida da corrida – era o quinto classificado.
Miller tentou passar para a frente da corrida, mas Bagnaia respondeu bem e manteve a liderança.
Na mesma altura em que os três primeiros voltaram a ficar juntos, deixando Quartararo a mais de 1.3s de distância, Miguel Oliveira tinha já subido ao 13º lugar da classificação.
Atingindo o meio da corrida, Bagnaia passou a ter uma vantagem para Miller e Martin. O piloto italiano da Ducati ganhou cerca de 0.7s de diferença para o seu companheiro de equipa, que teve por companhia Jorge Martin. Aproveitando a discussão entre os pilotos à sua frente, Fabio Quartararo conseguiu chegar à traseira do terceiro classificado, Martin.
Na volta 17, Jorge Martin cometeu um erro na entrada da chicane criada no traçado austríaco recentemente para o MotoGP e perdeu a posição para Fabio Quartararo.
Com as posições sem sofrerem alterações na frente do pelotão, as atenções viraram-se para Johann Zarco, Álex Rins (Team Suzuki Ecstar), Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) e Maverick Viñales. Entre alguns erros e ultrapassagens, Zarco assumiu o 7º posto e deixando o piloto da Suzuki no oitavo lugar. Viñales perdeu algumas posições, tendo perdido o duelo final com Binder, passando para o 10º lugar.
As últimas voltas da corrida austríaca foram intensas, conforme os pilotos começaram a sentir mais dificuldades com a falta de borracha nos pneus. Bagnaia não foi incomodado após as poucas tentativas de ultrapassagem de Jack Miller, mas mais atrás as posições foram discutidas até à última volta.
Jack Miller perdeu o segundo lugar para Fabio Quartararo na entrada da chicane e Jorge Martin tentou também ele assumir o terceiro posto. O australiano da Ducati conseguiu segurar o ímpeto do espanhol da Pramac, mas numa nova tentativa, na última volta, Jorge Martin caiu na curva 3, perdendo a possibilidade de chegar ao pódio. Sem Martin para o pressionar, Miller passou pela linha de meta na terceira posição, atrás de Fabio Quartararo e do vencedor Francesco Bagnaia.
Luca Marini conseguiu subir ao quarto posto, depois de Jorge Martin ter baixado ao nono lugar na sua derradeira tentativa de ultrapassagem para chegar ao pódio. Miguel Oliveira terminou no 12º lugar da classificação.

5 1 vote
Article Rating
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x