MotoGP, 2021, Texas: Petrucci no Dakar, Lecuona nas SBK com a Honda

Por a 30 Setembro 2021 16:30

Apesar de resultados razoáveis, Danilo Petrucci e Iker Lecuona não encontraram lugar no Campeonato do Mundo de MotoGP de 2022, com os seus substitutos na Tech3 já anunciados

Entretanto, os dois pilotos despedidos não ficaram parados e já encontraram novas posições.

Como é sabido há algum tempo, a KTM Tech3 Factory Team vai competir no Campeonato Mundial de MotoGP no próximo ano com os promissores Remy Gardner e Raúl Fernández, que até já testaram as RC16 em Misano há dias.

Portanto, não há lugar para Danilo Petrucci, que teve um melhor este ano de 5º lugar em Le Mans e Iker Lecuona, que já ficou em 6º no 2º GP de Spielberg.

Mas entretanto, ambos os pilotos têm uma visão clara do que vai suceder no futuro: Petrucci irá disputar o Rally Dakar 2022 na KTM Red Bull Factory Team como companheiro de equipa das estrelas Toby Price (vencedor do Dakar em 2016 e 2019), Matthias Walkner (vencedor do Dakar em 2018) e Kevin Benavides (vencedor do Dakar em 2021).

Assim, Petrucci tem três superestrelas do rali como colegas de equipa, mas a sua missão no primeiro ano será apenas aprender, sob a orientação de Heinz Kinigadner.

No entanto, sabe-se do seu talento para a modalidade, pois até agora, “Petrux” só disputou um rally de três dias em Itália no Inverno passado, e ganhou. (acima).

Quando o chefe da KTM Stefan Pierer revelou ao italiano no GP da Estíria em Agosto que deixaria de ter lugar na Tech3-KTM porque Fernández, de 20 anos de idade, tinha decidido mudar para a equipa, também ofereceu a Petrucci um contrato de fábrica para o Dakar. Além disso, o jovem de 30 anos de Roma será o embaixador da marca na Itália.

Petrucci inicialmente pensou que a oferta era uma piada, até que o Diretor Desportivo Pit Beirer lhe garantiu ao telefone que o plano era a sério.

No GP de Misano, Beirer, Petrucci e o seu gerente Alberto Vergani reuniram-se após os treinos de sexta-feira para conversações concretas e a cooperação para o Rally Dakar foi firmemente acordada.

“No MotoGP, todos os lugares estão ocupados. No Campeonato Mundial de Superbike, há também mais um lugar disponível com equipas fortes”, explicou Vergani “E Danilo já decidiu em Agosto que quer ficar com a KTM.”

O futuro parece também assegurado para Iker Lecuona, de 21 anos, que assegurou o 6º, 7º e 11º lugares em Spielberg, Silverstone e Aragón.

Ele e o piloto de Moto2 Xavi Vierge assumirão os lugares de Álvaro Bautista e Leon Haslam na equipa de fábrica Honda nas Superbike, que tinha sido falada em relação a Tom Sykes ou até Eugene Laverty.

3 2 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x