MotoGP, 2021: KTM ainda não tem ordem definida, mas Oliveira define o desenvolvimento para já, diz Beirer

Por a 20 Fevereiro 2021 15:00

“Após as três primeiras corridas, os resultados determinarão quem será o piloto principal na KTM”, diz o diretor de corridas, Pit Beirer. Oliveira, Binder e Petrucci são os candidatos e esperam-se lutas internas difíceis

“Ainda não tenho um líder claro, mas para já o Miguel definirá o rumo do desenvolvimento” Pit Beirer

Miguel Oliveira e Brad Binder vão voltar a encontrar-se na KTM Red Bull Factory Racing Team este ano. Esta dupla já se empurrou mutuamente para os melhores desempenhos nas classes Moto3 e Moto2 na equipa KTM Red Bull Ajo.

As duas estrelas da KTM garantiram também as primeiras vitórias da KTM no MotoGP em 2020. Mas também houve o incidente no segundo GP de Jerez 2020, quando Oliveira foi abalroado por trás por Binder na curva inicial na 1ª volta.

Oliveira junta-se à Red Bull Factory Team como duas vezes vencedor em MotoGP, Binder ganhou como estreante em Brno.

Os dois ases têm um objetivo claro, ambos querem assumir o papel de novo líder de equipa na KTM.

Esperam-se excitantes lutas pela primazia entre os dois pilotos, ambos confiantes da vitória.

“Num mundo perfeito, surgirá uma rivalidade na equipa quando os nossos dois pilotos de fábrica lutarem pelos lugares cimeiros”, diz Pit Beirer, diretor de desportos motorizados da KTM. “Mas o Binder e o Oliveira sabem do que se trata com a KTM. O líder da equipa, Aki Ajo, ajudou-nos nas pequenas classes para colocar esta dupla no caminho certo. Quando reunimos estes dois tipos num jantar no final do primeiro bloqueio durante um teste em Spielberg, eu e o Mike Leitner ‘clicámos’. Nessa noite percebemos: Esta deve ser a nossa nova equipa de fábrica para 2021! Foi por isso que atribuímos o Danilo Petrucci à equipa Tech3.”

“O Brad e o Miguel complementam-se bem. Têm objetivos idênticos, claro. Ambos querem ganhar, mas no andar de cima do pódio só há espaço para um. Assim, pode acontecer que um dia haja mais divergências ou tensões. Mas tais incidentes são normais. Ambos são simpáticos e inteligentes, e já travaram batalhas ferozes na KTM no passado. Não podíamos imaginar uma melhor dupla de pilotos para as lutas que se avizinham. Se mais uma vez uma curva se tornar demasiado estreita para os dois e eles se meterem no caminho um do outro, vai haver faíscas novamente. Mas sabemos disso, e tais disputas serão sempre parte das corridas.”

Quem poderá ser o novo líder da equipa na KTM em 2021?

Beirer: “Do nosso lado como equipa ou fábrica, não podemos designar um piloto como número 1 à partida. Após as três primeiras corridas, em breve ficará claro quem será o piloto mais forte e promissor da KTM. Quem conseguir os melhores resultados assumirá automaticamente uma espécie de “liderança”.”

O Miguel está na KTM há mais algum tempo, tem mais um ano de experiência no MotoGP do que o Brad, por isso confiamos muito nele. É atualmente o piloto mais completo desta dupla. Também definirá o rumo no desenvolvimento. Por outro lado, com o Danilo Petrucci, temos mais um piloto com nove anos de experiência no MotoGP. Também trará muita informação. O líder claro será determinado pelos resultados. No papel, não nomeamos um líder. Temos quatro pilotos de topo e esperamos que todos tragam os melhores resultados.”

4.5 4 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x