MotoGP, 2020, Misano: A ascensão de Joan Mir

Por a 22 Setembro 2020 14:30

De repente, a batata quente do Campeonato é um piloto que em 2019 era um rookie, ainda não venceu uma corrida de MotoGP, mas é o mais consistente marcador de pontos das últimas provas, a 4 pontos do líder…

O número de novos vencedores em 2020 e o campeonato mais aberto da história da MotoGP quase fazem passar despercebido o homem que mais pontos marcou nas últimas corridas, Joan Mir.

Mais uma vez, o piloto da Suzuki Ecstar acabou no pódio este domingo, depois de uma corrida  espetacular. Arrancando da quarta linha, Mir ficou empatado no pelotão de pilotos mais lentos e passou as primeiras voltas cortando caminho através da matilha.

A meia distância já estava em quinto, a 7,1s do líder da corrida e acabou em segundo, 2,4 segundos atrás do vencedor Viñales, um feito considerável.

A velocidade e consistência do Mir são incríveis, tendo em conta a sua relativa inexperiência. O piloto de Palma de Maiorca só se iniciou no Mundial em 2015, dominando o campeonato de Moto3 na sua segunda época completa com 11 vitórias, só de si extraordinário numa classe conhecida pela sua inconsistência e variedade de vencedores.

Depois de um ano em Moto2, que completou em 6º com 4 pódios, aterrou no MotoGP na época passada porque Davide Brivio da Suzuki viu qualquer coisa nele e arriscou… Comparando com Dovizioso, que está nos GPs desde 2002, Viñales que corre desde 2011 e Quartararo, que mesmo assim começou um ano antes em 2015, é o menos experiente dos visitantes regulares ao pódio… e está a melhorar a cada corrida.

O mais recente resultado de Joan Mir faz dele o piloto com mais pontos marcados nas últimas quatro corridas: 69 pontos contra 53 de Dovizioso, 41 de Viñales e 24 de Fábio Quartararo… apesar do facto de que qualquer um deles já venceu este ano, Quartararo mesmo duas vezes.

O jovem de 23 anos ocupa agora o quarto lugar da geral, a um ponto de Viñales e Quartararo e a quatro de Dovizioso. Quase venceu a corrida no Red Bull Ring, que liderava antes da interrupção, e provavelmente estaria a liderar o campeonato se não tivesse sido eliminado da corrida por Iker Lecuona em Brno.

Da corrida de Domingo, Mir teve isto a dizer: “Dei 100% desde o começo, e durante toda a corrida, mas começar da quarta fila em 11º foi difícil… Estava num grupo de pilotos que todos pareciam querer ganhar a corrida na primeira volta e era muito arriscado andar com eles !

Quando mais adiante vi que o Pecco Bagnaia, o Maverick, o Pol e o Fabio se tinham afastado um pouco tentei focar-me e ir atrás deles.

A meio da corrida estava a sentir-me bem com a moto, estava a andar bem e consegui recuperar alguma da distância para eles… A última  volta foi divertida a lutar com eles, estou tão contente com este segundo… Já estou a antecipar uma vitória mas entretanto é importante continuar a marcar pontos…

Estou tão feliz pela equipa e por estarmos nesta forma!”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x