SBK: Rinaldi com a Ducati GoEleven para 2020

Por a 7 Novembro 2019 15:30

Após a sua primeira temporada completa no Campeonato do Mundo de Superbike em 2019, Michael Ruben Rinaldi passa para a Ducati Goeleven para a temporada 2020 de SBK, substituindo Eugene Laverty, que passou para a BMW. Rinaldi competiu nas rondas europeias de SBK no Campeonato de 2018 e em 2019, garantiu os seus melhores resultados na Superpole e corridas. A equipa Goeleven, por sua vez, terminou a temporada a andar 07entre os seis primeiros.

Em 2018, Rinaldi alcançou sete lugares no Top 10, sendo um em Brno na Corrida 2 e terminando como a segunda Ducati ao entrar nas SBK como atual Campeão da extinta STK1000.

Rinaldi terminou no melhor lugar da carreira, um 4º, em Jerez na Corrida 1. Ele voltou com um 5º em Misano 4 e andou nos primeiros 3 no Circuito San Juan Villicum, na Argentina.

Falando sobre a temporada de 2020, Rinaldi disse:

“É um prazer ter esta oportunidade com o Team Goeleven. Estou feliz porque, graças à vontade mútua, conseguimos chegar a um bom acordo.”

“O meu objetivo ainda é continuar a crescer, porque será apenas o meu segundo ano consecutivo nas Superbike. Podemos obter bons resultados e seremos capazes de ter uma consistência melhor do que no ano passado. Agradeço a Denis Sacchetti, Gianni Ramello e todos os patrocinadores por me darem esta oportunidade. Mal posso esperar para começar em janeiro, nos testes, para me preparar para a primeira corrida e tirar muita satisfação! ”

A temporada com a Ducati foi prejudicada por uma dupla fratura dos pulso em Imola para Laverty e problemas mecânicos para a equipa Goeleven.

Depois da passagem breve de Tommy Bridewell como substituto, a tenacidade de Laverty viu-o regressar aos dez primeiros na Corrida 1 em Magny-Cours.

O irlandês terminou a temporada com quatro performances consecutivas no Top 10, a melhor sequência para a equipa italiana desde que subiu ao Campeonato Mundial de Superbike em 2015, apesar de ter uma forte presença no paddock desde 2008.

Denis Sacchetti estava igualmente entusiasmado com a perspetiva de trabalhar com Rinaldi em 2020: “Não é necessário esconder o entusiasmo, pois estou muito feliz por poder trabalhar com um jovem tão agressivo e com muita fome de resultados. Michael é a jovem promessa italiana das Superbike. O seu grande talento é indiscutível, no seu primeiro ano completo do Campeonato do Mundo, ele quase alcançou o pódio, e isso confirma tudo sobre o potencial de crescimento de Rinaldi.”

“Acreditamos que ele é um dos pilotos mais interessantes da cena italiana e estamos convencidos de que ele será capaz de obter muitos bons resultados connosco. ”

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png