Dakar 2017, Etapa 10: Muitas mexidas no top 10

Por a 12 Janeiro 2017 22:02

Os 449 quilómetros cronometrados da etapa de hoje, que ligou Chilecito a San Juan, trouxe algumas mudanças entre os 10 primeiros, que podem vir a ser decisivas, pois só faltam dois dias para acabar o Dakar.

No primeiro lugar nada de novo com Sam Sunderland a comandar as operações e a estar mais perto da sua primeira vitória no Dakar, isto apesar de ter perdido alguns minutos para o novo segundo classificado, que é Matthias Walkner. O piloto austríaco está a 30m01s do seu companheiro de equipa na KTM.

O pódio neste momento é completo pelo surpreendente Gerard Farrés Guell, que continua a realizar uma corrida imaculada e aproveitou da melhor forma a desistência de Pablo Quintanilla, segundo à partida para o dia de hoje, e o atraso de Adrien Van Beveren, que caiu de terceiro para quarto. O piloto da Yamaha está a pouco mais de três minutos de Farrés Guell pelo que é esperada uma intensa luta pelo pódio nos dois dias de competição que restam. Não nos podemos esquecer que Gerard Farrés Guell é um piloto privado, o que enaltece ainda mais tudo o que tem vindo a conseguir.

Joan Barreda Bort subiu de nono para quinto, mas está já a mais de 15 minutos do pódio. Pela Renet subiu uma posição e é agora sexto e o melhor homem da Husqvarna, formação que tem em Ruben Faria o diretor desportivo. Já o nosso Paulo Gonçalves também ganhou um lugar sendo agora o sétimo. Xavier de Soultrait teve um dia difícil ao ter problemas de navegação e caiu do sexto para o oitavo lugar. Franco Caimi, o melhor estreante em prova, e Stefan Svitko entraram no top 10 ocupando precisamente a nona e 10ª posições, respetivamente.

Em relação à última tirada saíram do lote dos 10 melhores, Pablo Quintanilla, que como já foi referido abandonou, e Joaquim Rodrigues Jr. que baixou para o 14º posto.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Dakar
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png