MotoGP, pai e  filho – Os Iddon

Por a 5 Janeiro 2020 16:30

Regressamos à nossa série de crónicas dedicadas a duplas pai/filho com dois Ingleses, Paul e Christian Iddon.

Paul Iddon é um piloto Britânico de Stockport, arredores de Manchester, agora retirado, mas que correu nos Campeonatos Britânicos e TT F1 em meados dos anos 80.

Iddon animou os primeiros anos da Superbike e foi presença regular nos vários Campeonatos Ingleses, correndo principalmente pela Suzuki, para quem assinou em 1982, quando a equipa tinha alguns dos pilotos ingleses de topo, como Mick Grant, Roger Marshall (outro regular de Vila Real pela Honda) ou Keith Huewen, atual comentador da MotoGP na BT One.

No Mundial de TT F1 foi um visitante regular a Vila Real, em meados dos anos oitenta, bem conhecido pelas cores distintivas do verde e branco da equipa Suzuki Skoal Bandit que defendeu nesses anos. Enquanto piloto Bimota participou no Mundial de SBK

O filho Chris Iddon, (o bebé ao colo na foto de abertura!) nascido a 7 Janeiro 1985, começou por se dedicar a outra modalidade, sempre acompanhado pelo pai, conseguindo ser Campeão Britânico de Supermoto, antes de passar para a velocidade com algum sucesso também ele. Iddon começou pelas Supersport e já correu para a Bimota Alstare no Campeonato Mundial de Superbike, em 2014, uma coincidência feliz, pois a família Iddon tem uma longa história com Bimota, já que o pai Paul também pilotou para o fabricante italiano como vimos.

Chris na BMW. Reparem no desenho do capacete baseado no do pai

Chris é o primeiro a reconhecer a influência do pai na sua escolha de carreira e desenvolvimento, afirmando:

“Para ser sincero, ele é brilhante; Eu não lhe diria que ele é famoso, pois isso iria subir-lhe à cabeça. Meu o pai sempre trabalhou comigo, até às supermoto. O campeonato mundial foi uma história diferente, mas no campeonato britânico de Supermoto ele era o meu mecânico e tudo, pois não há grandes operações a fazer. Ele esteve comigo durante todo o processo, quando fomos para o Campeonato de Supersport britânico, ele também era meu mecânico, porque isso tornava a participação mais barata para mim.”

Ultimamente, Christian Iddon tem lutado no BSB na equipa BMW Tyco, chegando a liderar o Campeonato no início da época de 2018 e completando 4 épocas na marca alemã. Para 2020, Chris vai estar ainda mais na ribalta, pois toma o lugar do campeão britânico de Superbike de 2019 Scott Redding ao lado de Josh Brookes na equipa Paul Bird Motorsport Ducati… e decerto veremos o pai Paul nos bastidores a seguir atentamente o seu progresso!

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png