MXGP: Terceiro triunfo consecutivo de Tim Gajser

Por a 9 Junho 2019 16:15

Depois de Portugal e França, o piloto da Honda conquistou mais uma “dobradinha” na Rússia. O esloveno leva a placa vermelha de líder do campeonato para a Letónia no próximo fim de semana.

Glenn Coldenhoff saiu na frente do pelotão na segunda manga e o holandês conseguiu aguentar Tim Gajser atrás de si durante sete voltas. Quando o n.º 243 concretizou a ultrapassagem ao piloto da KTM, foi imediatamente “imitado” por Arnaud Tonus.

O suíço procurava a sua primeira vitória da época e “colou-se” a Gajser.  O piloto da Yamaha pressionou o esloveno até tentar “forçar” a ultrapassagem numa zona mais sinuosa. Tonus acabaria por bater num fardo de palha que delimitava a pista e caiu. No entanto, o n.º 4 conseguiu segurar a 2ª posição.

Jeremy Seewer também superou rapidamente Coldenhoff e tentou chegar-se ao seu compatriota, Tonus. Seewer terminou em 3º naquele que foi o melhor resultado da sua carreira até agora numa manga da classe MXGP.

Antonio Cairoli voltou a sair mal da grelha – era 8º na primeira passagem pela meta – mas, desta vez, o italiano resistiu melhor às dores provocadas pela queda de sábado e subiu alguns lugares para concluir esta manga em 4º.

Jeffrey Herlings também não fez um bom arranque mas conseguiu vir de 11º até 7º neste seu regresso ao MXGP depois de 4 meses parado devido a lesão.

Na classificação geral do GP da Rússia, Tim Gajser (1º/1º) conseguiu a pontuação máxima seguido de Arnaud Tonus (2º/2º), Jeremy Seewer (5º/3º) e Jeffrey Herlings (4º/7º). Antonio Cairoli (12º/4º) teve um fim de semana para esquecer e foi apenas 8º.

O Mundial de Motocross prossegue no dia 16 de Junho em Kegums (Letónia).

 

 

 

(Foto: Honda Racing Corporation)

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Destaque Homepage
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png