BSB: McAMS Yamaha mantém Mackenzie, O’Halloran para 2020

Por a 17 Setembro 2019 15:18

Anunciado após a confirmação durante a mais recente ronda de Oulton Park de que Mackenzie competirá no Desafio Final pela primeira vez, a McAMS escolheu a continuidade com as ua formação de pilotos ao mesmo tempo que se prepara para receber a nova Yamaha YZF-R1 .

Depois de marcar três vitórias com Josh Brookes em 2018 a caminho do quarto lugar geral, a McAMS Yamaha sofreu uma campanha com resultados piores em 2019 com Mackenzie e O’Halloran prejudicados por lesões, mas mostrando lampejos de desempenho brilhantes em várias etapas do ano.

A época culminou com Mackenzie, que marcou a sua primeira vitória em Silverstone no início do ano, a acabar por ter uma hipótese de disputar o título nas três últimas rondas.

“Estou realmente feliz por ficar com a Yamaha McAMS pelo terceiro ano consecutivo. A continuidade é importante para mim e é algo que nos ajudou a dar um passo em diante este ano. 2019 tem sido bastante bom, conseguimos andar na frente regularmente e foi apenas a lesão que nos impediu de mais a meio do ano.”

“É emocionante ter uma nova YZF-R1 para o ano, a equipa já pôs uma no dinamómetro e as melhorias em relação à moto de 2019 parecem promissoras nesta fase, especialmente no que diz respeito à potência em médias, que deve ajudar-nos no próximo ano. Fico feliz por assinar contrato para 2020 e resolver isso mais cedo, para me concentrar nas últimas três rondas e terminar o ano da melhor maneira possível.”

A primeira temporada em máquinas Yamaha depois de várias temporadas na Honda, tem sido difícil para O’Halloran, mas ele acredita que a confirmação antecipada do seu contrato com a BSB em 2020 o estimulará a ter um sucesso renovado na próxima temporada.

“Estou muito feliz por continuar com a equipa novamente no próximo ano. Esta temporada não correu como eu queria, já que tive duas lesões separadas, uma no início do ano e agora no ombro. Foi frustrante, pois é o primeiro ano em que sinto que o meu potencial e o da moto não foram maximizados.”

“De um ponto de vista positivo, isso significa que há mais para vir, especialmente porque eu gosto mesmo de pilotar a Yamaha e, apesar de ainda estar com problemas no meu ombro, os resultados são animadores. Tenho muito apreço pelo Steve e a equipa, por isso estou feliz em continuar e com uma nova R1 a caminho, espero que haja outro passo a dar em 2020.”

“O foco para mim agora é manter-me em forma e saudável para 2020 e aprender com os nossos erros, colocar o aprendido em prática e ter um ano mais forte com a nova moto”.

Mackenzie, que chegou ao Desafio Final apesar de perder duas rondas este ano devido a lesão, ainda está na disputa pelo título, e o chefe da Yamaha McAMS, Steve Rogers, está ansioso por ter nas mãos a nova R1 de 2020.

“2020 deve ser ainda melhor para nós com a nova YZF-R1, já fizemos um pouco de trabalho na moto e as mudanças são muito mais significativas do que pensávamos, parece prometer. Já podemos lutar na frente, mas se a moto der outro passo e aprendermos com alguns dos erros deste ano, espero que as coisas sejam um pouco mais simples! “

A Yamaha McAMS é a segunda equipa a confirmar planos para o BSB de 2020, depois de Tommy Bridewell ter sido confirmado com a equipa da Ducati Oxford Racing.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png