MotoGP, Teste Qatar: Rossi voltou a ter problemas de pneus

Por a 25 Fevereiro 2020 13:30

Valentino Rossi sofreu de problemas de degradação dos pneus durante a última noite no teste de MotoGP do Qatar, “muito semelhantes aos do ano passado“.

O italiano, de 41 anos, passou grande parte do ano passado perturbado pelo desgaste prematuro dos pneus durante as corridas e esteve ausente do pódio desde a quarta jornada.

Apesar de Rossi ‘se sentir bem’ na M1 de 2020 e ser “bastante rápido” em novos pneus, o “Doutor” mostrou-se consternado por perder a aderência após 5-6 voltas enquanto as outras Yamahas mantiveram um ritmo forte.

Por exemplo, na oitava volta ao seu ritmo na simulação de longa duração, Rossi tinha caído para um 1:55.8s. Isso comparado com um ‘54.7s para Fabio Quartararo, ‘54.9s para Maverick Viñales e ‘55.1s para Franco Morbidelli.

“Hoje estamos um pouco preocupados, não tanto com a posição, porque infelizmente caí com o segundo pneu e acho que poderia ter melhorado o tempo da volta mas mais com o ritmo”, disse Rossi, que figurava entre os três primeiros durante o último dia, mas eventualmente acabou em décimo segundo em termos de melhor volta.

“Tentámos fazer um longo curso, mas tivemos alguns problemas com os pneus, muito semelhantes ao do ano passado. Parece que depois de algumas voltas, infelizmente tenho de abrandar, por isso não são boas notícias.”

“Sinto-me bem com a moto. Sou muito rápido, especialmente nas primeiras 5-6 voltas, o meu ritmo é bom. Infelizmente, [neste momento] não basta para lutar pela vitória.

“Mas agora os testes estão terminados e veremos durante os fins-de-semana de corrida. Nas corridas, é sempre diferente.”

O team manager Massimo Meregalli acrescentou: “Durante a próxima semana vamos analisar os dados do Valentino e focar-nos em melhorar a sua vida útil dos pneus. De qualquer forma, ele não está longe do topo, por isso esperamos que ele possa estar em disputa pela frente.”

Apesar da sua posição baixa nas folhas de tempo, Rossi foi apenas 0,474s mais lento do que a melhor volta voadora do colega da equipa de fábrica da Yamaha Viñales, numa noite em que os 18 melhores pilotos ficaram cobertos por menos de um segundo.

Mas quem é que Rossi pensa que são os favoritos a entrar na abertura da temporada a 8 de Março?

“Acho que neste inverno Rins, Viñales e Quartararo estão muito rápidos – também o Franco hoje e o Márquez no final. Mas não estamos muito longe, pelo menos a sensação com a mota é boa”, explicou Rossi.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x