MotoGP: Maverick Viñales ao comando, Miguel Oliveira 20º

Por a 17 Maio 2019 14:20

Tal como aconteceu com o segundo treino livre de Moto3 também foi muito acidentada a segunda sessão cronometrada para os pilotos de MotoGP no circuito de Le Mans-Bugatti, palco do Grande Prémio de França.

Nomes como Danilo Petrucci, Joan Mir, Cal Crutchlow, Aleix Espargaró, Pol Espargaró e Jack Miller, os últimos a dobrar, não evitaram a incursão ao chão no traçado gaulês.

Quanto a Miguel Oliveira foi novamente o 20º classificado, mas melhorou em mais de meio segundo o seu registo pessoal em comparação com a manhã, onde o foco esteve essencialmente na afinação do ritmo de corrida. O piloto luso, que está pela primeira vez a utilizar uma KTM RC16 com a mesma configuração dos pilotos oficiais da marca austríaca, esteve um pouco mais longe, do que tem vindo a ser habitual, de Johann Zarco (17º) e Pol Espargaró (7º) apesar da dupla queda do espanhol. Zarco voltou a desiludir, apesar de pela manhã ter ficado entre os 10 primeiros.

Já o colega de Miguel Oliveira, Hafizh Syahrin, continua remetido para a cauda do pelotão e pior do que isso continua sem mostrar sinais de evolução aos comandos da RC16, uma situação que já se arrasta desde a pré-época.

Quanto ao topo da tabela ficou para Maverick Viñales, que confirmou assim a boa forma da Yamaha na pista de Bugatti, pois já na primeira sessão havia sido uma moto do triplo diapasão a ficar na frente. Viñales, nos últimos instantes da sessão, rodou em 1m31.428s e ficou a menos de 0.3s do recorde oficial da volta mais rápida de um protótipo de MotoGP na pista de La Sarthe. Recorde esse que data de 2018 e está na posse de Johann Zarco. Para amanhã, dia da qualificação, e se as condições meteorológicas assim permitirem (está prevista chuva) deverá ficar aguardado o assalto final a esse mesmo recorde.

Numa sessão onde 15 pilotos ficaram separados por menos de um segundo, Marc Márquez quedou-se pelo segundo posto na frente de Fabio Quartararo (líder dos estreantes), o herói da manhã, Jorge Lorenzo, de volta às boas sensações com a Honda, e Andrea Dovizioso, o melhor aos comandos da Ducati. Cinco construtores diferentes no top 10 e três diferentes entre os cinco primeiros foi o que ditou a sessão.

No campo das desilusões o destaque vai naturalmente para os pilotos da Suzuki Álex Rins, Joan Mir e ainda o piloto da Yamaha Valentino Rossi, que não foi além do 16º lugar. Se chover amanhã e dada a atual classificação estes pilotos terão forçosamente de passar pela Q1, onde tentarão o acesso à Q2, fase decisiva da qualificação.

De referir ainda que em comparação com a sessão da manhã, Jack Miller foi o único que não conseguiu superar a sua melhor marca. Milagrosamente conseguiu ficar entre os 10 primeiros na tabela combinada do dia, face ao resultado da manhã, e com isso estar virtualmente na Q2.

Classificação combinada:

3
Deixe um comentário

Please Login to comment
2 Comment threads
1 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
TDNMFrancisco MaleitasFanMotores Recent comment authors
recente antigo mais votado
FanMotores
Membro
FanMotores

para além do relato dos factos, era interessante que os senhores especialistas nos explicassem algumas coisas. Por ex: – O que querem dizer com “mota do Miguel com as mesmas especificações das oficiais” – quer dizer que é rigorosamente igual? se sim, como justificam a diferença do Pol para o Zarco (este em anos anteriores sempre se evidenciou mais que o Pol)e para o Miguel (todos nós pensamos que o Miguel com mota igual chega para qualquer um do plantel). – Lonrenzo face a Marc – como se explica tal diferença – As Ducatis que costumam ser colegas do fim… Ler mais »

TDNM
Membro
TDNM

Acho que ninguém sabe se as motas são realmente iguais ou não. Estes protótipos têm milhares de possibilidades de afinação. Por ex. A mota do Quartararo é quase igual às outras 3 mas tem um motor que não atinge uma rotação tão alta. É uma possibilidade de especificação que a Yamaha decidiu usar devido a ele ser Rookie e assim têm menos gastos com manutenção. Se calhar agora estão arrependidos. Os motores não se podem mexer. Por ex: o cal crutchlow disse uma vez que eles não podem ver o interior da caixa de velocidades que é um órgão primordial… Ler mais »

Francisco Maleitas
Membro
Francisco Maleitas
últimas Moto GP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png