MotoGP, 2020, Teste Misano: Suzuki testa e descarta novo braço oscilante

Por a 16 Setembro 2020 15:30

Continuamos a nossa revisão dos testes no traçado de Misano com as novidades do campo da Suzuki Ecstar.

Na garagem da Suzuki Ecstar, o team manager Davide Brivio disse que Joan Mir e Alex Rins tentaram ao longo do dia um braço oscilante diferente. No entanto, acharam que não fez muita diferença, por isso a Suzuki não vai usá-lo, de acordo com o próprio Brivio.

Brivio revelou ainda que Rins tem lutado com tendinite a inchar o braço nas últimas 7-8 voltas na corrida, pelo que o espanhol esteve a fazer fisioterapia na segunda-feira.

Mir disse que estava feliz com o seu trabalho geral, que incluía algumas mudanças de definição finais sem puxar para um tempo de volta rápido.

O espanhol admitiu que ele e a Suzuki tentaram melhorar o ritmo de qualificação, mas acabaram por melhorar o ritmo de corrida. Rins disse que teve um dia positivo, pois também tentou o novo braço e algumas configurações electrónicas, estava a andar sem dores e sentiu-se confortável.

Teste Misano, Top 10 combinado

1. Maverick Viñales (Yamaha Monster Energy) – 1:31.532

2. Takaaki Nakagami (Honda LCR Idemitsu) + 0,271

3. Johann Zarco (Ducati Esponsorama) + 0,367

4. Pol Espargaró (KTM Red Bull Factory) + 0,522

5. Alex Rins (Suzuki Ecstar) + 0,582

6. Joan Mir (Suzuki Ecstar) + 0,630

7. Francesco Bagnaia (Ducati Pramac) + 0,675

8. Andrea Dovizioso (Ducati Team) + 0,758

9. Fabio Quartararo (Yamaha Petronas SRT) + 0,804

10, Brad Binder (KTM Red Bull Factory) + 0,921

1 1 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x