MotoGP, 2020, San Marino: 10 factos antes da corrida

Por a 13 Setembro 2020 10:00

As MotoGP voltaram a atingir os 300km/h em Misano pela primeira vez desde 2007, com Dovizioso e Bagnaia a voar através das armadilhas de velocidade, mas que outras estatísticas emergiram da qualificação em San Marino?

O dia de qualificação no Grande Prémio Lenovo di San Marino e della Riviera di Rimini está feito e uma fábrica dominou claramente, mas quais são as 10 estatísticas de topo a emergir no Circuito Mundial de Misano Marco Simoncelli?

1. Viñales qualificou-se pela segunda vez esta temporada na pole position, depois da Áustria. Este é a 11º pole de Viñales na classe rainha (e terceira em Misano), menos uma do que Johnny Cecotto. Das suas 10 partidas anteriores na pole position, Viñales já venceu duas vezes (Qatar e França em 2017).

2. Esta é a segunda pole position consecutiva da Yamaha em Misano (também com Viñales o ano passado) e a sua sétima pole position desde que a pista regressou ao calendário de Grande Prémio em 2007.

3. Desde 2007, apenas três pilotos venceram a corrida de MotoGP depois de se qualificarem na pole em Misano: Casey Stoner (2007), Valentino Rossi (2009) e Dani Pedrosa (2010).

4. Franco Morbidelli (Yamaha Petronas SRT) qualificou-se em segundo lugar, igualando o seu melhor resultado de qualificação desde que se estreou no MotoGP em 2018, juntamente com os GPs espanhóis e japoneses de 2019.

5. Fabio Quartararo (Yamaha Petronas SRT) qualificou-se em terceiro lugar para a sua 18ª partida na primeira linha do MotoGP. Das 17 primeiras linhas anteriores, terminou no pódio nove vezes, incluindo duas vitórias.

6. Francesco Bagnaia (Ducati Pramac Racing) e Andrea Dovizioso (Ducati Team) são os primeiros pilotos a atingir mais de 300Km/h no Circuito Mundial de Misano Marco Simoncelli desde 2007.

7. Valentino Rossi (Yamaha Monster Energy), que é o piloto com mais sucesso na atual grelha de MotoGP em Misano com três vitórias, lidera a Linha 2. Esta é a sua melhor qualificação desde que foi segundo em 2016, quando também terminou em segundo lugar, o seu mais recente pódio em Misano. Ele iguala a sua melhor qualificação da temporada até agora na Andaluzia.

8. Com Viñales, Morbidelli, Quartararo e Rossi, esta é a primeira vez que há quatro pilotos Yamaha entre os quatro primeiros da grelha na classe rainha desde o GP de Portugal de 1988, realizado em Jerez, com Eddie Lawson, Wayne Rainey, Kevin Magee e Christian Sarron.

9. Jack Miller (Ducati Pramac Racing), que é o único piloto que terminou no pódio nas duas últimas corridas, qualificou-se em quinto lugar pela segunda vez consecutiva (embora tenha começado do quarto lugar na Estíria), como o melhor piloto da Ducati. Pela primeira vez desde 2014, em Moto3, pode conseguir três pódios consecutivos.

10. Alex Rins (Suzuki Ecstar) classificou-se em sétimo lugar pela segunda vez consecutiva (embora tenha começado de sexto na Estíria) que são os seus melhores resultados de qualificação desde que também foi sétimo na Malásia no ano passado.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x