Morbidelli estreia com liderança total, Oliveira num 11º sofrido

Por a 13 Setembro 2020 16:00

Perante os 10.000 espetadores selecionados em Misano, que preenchiam esparsamente as bancadas do circuito, Morbidelli teve um arranque espantoso da primeira fila, liderando sobre Rossi e Viñales ao início das 27 voltas da corrida com Miller em 4º e Oliveira 15º na fase inicial.

De trás Rossi, carregava mas ao fim de ameaçar Morbidelli num par de curvas contenta-se com seguir em segundo atrás do seu pupilo, enquanto um pouco atrás Miler fazia a volta mais rápida de corrida e o segundo grupo era liderado por Viñales sobre Quartararo, Rins, Mir, Bagnaia, Dovi e Zarco.

À sétima volta, Quartararo cai, perde a liderança do mundial para Dovizioso e Rins na Suzuki veio carregar para ultrapassar Viñales para quarto.

Com a queda de Quartararo, Miguel Oliveira consegue ascender um par de posições estando agora 13º

Morbidelli vai abrindo um intervalo de 0,4s sobre Rossi e agora é Mir a pressionar Viñales, mas pelo contrário é Bagnaia que vem de trás para passar Mir para sexto, enquanto Quartararo ficava em Pista a recuperar de 20º, ao mesmo tempo que Miller recebe um aviso de exceder os limites da pista…

Agora Rins e Bagnaia com slicks traseiros macios, pressionam Rossi pelo lugar do pódio mas o italiano da Yamaha ainda leva quase 6/10 de vantagem sobre ambos e Oliveira está em 12º tendo deixado Aleix Espargaro para trás.

A nove voltas do final Quartararo abandona a corrida após nova queda e Rossi ainda defende segundo lugar de Rins e Bagnaia, todos a três décimas de Mir e Miller, enquanto mais atrás Oliveira é já 11º. Bagnaia tinha passado Rins e vai passar Rossi para segundo e Binder passa Oliveira, que é de novo 12º. Mas ambos passam Pol Espargaró e portanto Oliveira está de novo no 11º lugar.

Franco Morbidelli lidera com uma vantagem de quase 3 segundos e a grande luta é pelo segundo entre Bagnaia, Rossi e Rins a 5 voltas do final.

Uma volta depois, Tito Rabat cai da traseira do pelotão e Miguel Oliveira está colado a Nakagami  e dentro do top 10.

A 3 voltas do final a luta é toda entre Bagnaia, Rossi Rins e Mir e Bagnaia parece estar com problemas com o seu pneu traseiro macio..

Na última volta Rossi defende terceiro com Morbidelli a ver a bandeira para a sua primeira vitória em MotoGP mas Mir a vir de trás para se meter por dentro de Rossi para o excluir do pódio.

Mir ainda se coloca ao lado de Bagnaia mas fica em 3º e mais atrás Espargaró regressa ao Top 10 e Oliveira ficava mesmo em 11º! É a primeira vez no Mundial que há um quarto estreante nas vitórias em uma época depois de Quartararo, Binder e Oliveira!

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Autosport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x