SSP300, 2020, Magny-Cours: Prontos para um final em grande

Por a 1 Outubro 2020 17:00

Com o Campeonato ainda em aberto, há muitos fatores que ainda podem influenciar o resultado final…

O Campeonato do Mundo de Supersport 300 de 2020 segue para o Circuito de Nevers Magny-Cours com a possibilidade do Campeonato ser atribuído na pista francesa pela terceira época consecutiva.

Jeffrey Buis (MTM Kawasaki MOTOPORT, 6 abaixo) lidera o seu companheiro de equipa Scott Deroue por 16 pontos, o que significa que o Campeonato só pode ser resolvido após a Corrida 2. Matematicamente, qualquer um dos nove melhores pilotos do Campeonato ainda pode levar o título (além da afastada por lesão Ana Carrasco), tornando as SSP300 mais agitadas do que nunca.

Com três vitórias, mais três pódios e desde Portimão sempre nos cinco primeiros classificados, Jeffrey Buis tem sido uma sensação nas SSP300 este ano e tem a sua primeira hipótese de arrebatar o título este fim de semana.

O jovem de 18 anos espera poder continuar a sua forte forma num circuito onde obteve o seu melhor resultado da temporada de 2019 com oitavo.

O colega de equipa Scott Deroue sublinha o bom trabalho da equipa Kawasaki MTM e apoia o seu companheiro de equipa à frente do plantel. Deroue só tem uma vitória este ano em Portimão, mas outros cinco pódios mantêm-no na disputa.

Terceiro o ano passado, o piloto de 24 anos pretende melhorar este fim de semana. Nenhum piloto holandês do atual paddock SBK ganhou em Magny-Cours em nenhuma classe; Buis e Deroue podem mudar isso este fim-de-semana

Ou talvez possamos assistir a um ressurgimento de Bahattin Sofuoglu (Yamaha Biblion Motoxracing, 54 acima), o piloto turco a cerca de 47 pontos de Buis.

Aconteça o que acontecer, as hipóteses de título de Sofuoglu não serão desperdiçadas na Corrida 1, mas ele precisa de ampliar as suas duas vitórias em corrida e um outro pódio até agora. Apenas 23º na corrida do ano passado, Sofuoglu certamente estará mais acima da ordem este fim de semana, mas estará na corrida pelo título no final de domingo?

Com 60 pontos e em risco de ficar fora da luta pelo título depois da Corrida 1, no sábado, Unai Orradre (Yamaha MS Racing) precisa de estar na batalha pela vitória desde o início.

Quarto na classificação e apoiando Sofuoglu e a carga da Yamaha até ao topo, a forma de Orradre tem sido preocupante ultimamente, com os seus piores resultados da temporada na Catalunha. 19º na corrida Magny-Cours no ano passado, o vencedor da primeira corrida de 2020 precisa de um regresso à frente.

O sexto da classificação, Tom Booth-Amos (Kawasaki RT Motorsports) pode subir com um resultados forte. Trom conquistou a primeira pole da Grã-Bretanha e venceu na Catalunha e lutou pela dobradinha até ser eliminado na última volta da Corrida 2.

Uma nova pista para Booth-Amos e 64 pontos atrás do líder do Campeonato são desvantagens consideráveis e as suas esperanças de título podem desaparecer depois da Corrida 1.

Dos outros na grelha, não se pode descontar Thomas Brianti (Prodina Ircos) para um forte desafio, nem o seu companheiro de equipa Mika Perez ou a estrela brasileira Meikon Kawakami (Team Brasil AD78, acima), em sétimo, oitavo e nono da geral, respetivamente.

A completar o top 10 do Campeonato está Yuta Okaya (Kawasaki MTM Motoport), que, após cinco corridas sem pontos, obteve uma emocionante primeira vitória na Catalunha na Corrida 2, numa audaciosa última volta. Com três top 8 nas últimas três corridas, o companheiro de equipa de Okaya, Koen Meuffels, também não pode ser excluído, enquanto um lugar abaixo está Samuel Di Sora (Team Flembbo), que subiu ao seu primeiro pódio na Corrida 1 da última vez.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Supersport
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x