SBK, 2021: Axel Bassani passa às SBK

Por a 23 Janeiro 2021 15:30

O italiano competiu no SSP Challenge em 2020 e vai agora correr nas SBK pela primeira vez na próxima temporada

No final do ano passado, no Estoril, tive a oportunidade de fazer um teste com a Ducati V4 RS, mas infelizmente fizemos poucas voltas devido às condições climáticas” Axel Bassani

Depois de passar 2020 a competir nas rondas europeias de SSP, o italiano Axel Bassani vai subir ao Campeonato do Mundo de Superbike Motul para 2021, ao juntar-se à Motocorsa Racing para lançar a sua carreira em SBK numa Ducati .

Bassani passou algum tempo no paddock de SBK tendo já competido em SSP, STK1000 e STK600.

Apareceu pela primeira vez em cena em 2015, nas STK600, onde participou em duas corridas, conquistando um pódio na sua segunda corrida em Magny-Cours, quando terminou em segundo lugar, embora o seu potencial tenha sido mostrado logo na sua estreia, pois terminou em sexto lugar.

Em 2016, o jovem de 21 anos participou na SSP Challenge e conquistou o título de Supersport Europeu, como era conhecido na altura, além de terminar em 12º lugar na classificação geral.

No ano seguinte, participou em duas corridas de SSP e mostrou o seu potencial mais uma vez com o sétimo lugar em Misano. Além disso, em 2017, Bassani obteve a sua primeira experiência de Moto2 com quatro corridas na categoria intermédia, ao correr na Argentina, EUA, Espanha e França.

Em 2018, Bassani competiu no campeonato de Superbike CIV na sua Itália natal e mostrou mais uma vez o seu potencial com três pódios em dois anos. conquistando o quinto lugar no campeonato em 2018.

Garantiu um pódio em 2018 e dois em 2019, incluindo um impressionante segundo lugar em Misano, apesar de ter começado em 18º.

O piloto nascido em Feltre disse: “Estou muito feliz por começar esta aventura, este desafio juntamente com a equipa de Motocorsa, Lorenzo Mauri e o seu colaborador Roberto Terenghi, a quem muito agradeço pela grande oportunidade e pela confiança que me estão a dar. Mal posso esperar para começar a trabalhar com a equipa e crescer ao longo da época como piloto e como homem.

No final do ano passado, depois da última corrida do campeonato do mundo no Estoril, tive a oportunidade de fazer um teste com a Ducati V4 RS, mas infelizmente fizemos poucas voltas devido às condições climáticas adversas, mas pude ver o grande profissionalismo desta equipa e o seu grande nível de competência.”

“Não vai ser uma época fácil, haverá muitos desafios a enfrentar, na SBK ninguém facilita, mas tenho a certeza que com o método de trabalho certo, com a consistência certa e também com a ajuda do Lorenzo, que nesta categoria tem muita experiência, tanto como piloto como como gestor de equipa, poderemos obter grandes resultados!”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x