CNV: Arranque com corridas animadas

Por a 5 Maio 2019 23:45

O Circuito do Estoril foi este fim‑de‑semana o cenário da primeira prova do Campeonato Nacional de Velocidade 2019, com quase nove dezenas de pilotos divididos pelas diversas categorias que integram o campeonato a marcara presença. Novidades na  classe maior, as Superbike, agora com duas corridas por fim‑de‑semana.

Nesta, aos comandos de uma nova BMW S1000RR na ENI Santogal, Ivo Lopes foi o autor da ‘pole’ para a primeira corrida – realizada na tarde de Sábado – corrida essa que foi decidida apenas depois do final das 15 voltas. André Pires foi o primeiro na linha de meta, mas seria depois desclassificado ficando a vitória nas mãos do regressado Pedro Nuno, novamente em pista depois de uma longa recuperação do terrivel acidente sofrido em Espanha em 2017.  Uma vitória saborosa para o piloto do Porto Alto, que fechou assim a primeira corrida do ano na frente de Tiago Magalhães e Rui Reigoto.

Tiago Magalhães foi segundo na primeira corrida, mas teve azar com uma queda na segunda

A segunda corrida, realizada já no Domingo, viu Ivo Lopes  bater André Pires e Pedro Nuno. Lopes tinha sido sexto no dia anterior e assim vingou a ausência do pódio no Sábado numa corrida onde Tiago Magalhães caiu na sexta volta na Curva 1, conseguindo depois terminar a prova na nona posição quando a sua moto ficou em modo de segurança o resto da corrida, pensando nos pontos para o campeonato .

Nas Pré-Moto3 e Supersport 300, que dividem a mesma grelha de partida, Kiko Maria esteve superior aos adversários nas Pré-Moto3 , deixando atrás de si uma intensa luta pela vitória nas 300. Tomás Alonso foi quem levou a melhor no final de um intenso duelo, batendo Pedro Fragoso por menos de oito décimas de segundo após uma corrida onde Vasco Esturrado esteve igualmente envolvido na luta até ser vitima de uma queda que o deixou fora do pódio, encerrado por Miguel Santiago. Nas 85cc venceu Nuno Ribeiro e nas Moto5 foi Ivan Hernandez o primeiro classificado.

A ronda inaugural do campeonato contou igualmente com os pilotos da Copa Dunlop Motoval, que cumpriram como sempre duas corridas ao longo do fim‑de‑semana. No primeiro dia foi Jaime Coelho quem se estreou a vencer na classe 1 e António Geirinhas na classe 2. No derradeiro confronto, novamente com 10 voltas realizadas ao Circuito do Estoril, Jaime Coelho voltou a saborear o champanhe da vitória, cabendo a Tiago Pires a vitória na classe 2.

No Troféu ENI – Taça Luis Carreira, que novamente divide as linhas de arranque com as cada vez mais representadas ZCup da Kawasaki, foi João Curva o vencedor da primeira corrida Open e Ricardo Almeida nas SBK, prestações que repetiram na segunda corrida realizada neste arranque de campeonato. Entre as verdes da ZCup foi Luis Franco quem venceu a primeira corrida, repetindo a subida ao degrau mais alto do pódio no segundo duelo.

A próxima prova do campeonato, a segunda do ano, leva pilotos e equipas até ao traçado do Autódromo Internacional do Algarve nos 18 e 19 de Maio.

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas Nacional Velocidade
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png