SBK, 2020: Rea e a Kawasaki lideram de novo

Por a 9 Julho 2020 16:32

Três fabricantes diferentes estavam dentro dos três primeiros à hora do almoço e depois de uma abertura frenética da sessão, houve surpresas na ordem dos testes…

Foi uma manhã frenética para o Campeonato do Mundo de Superbike de 2020, já que o teste de dois dias no Circuito de Barcelona-Catalunha viu o calor aumentar na última manhã. Depois de ter superado o dia de abertura, Scott Redding da Ducati foi destronado por Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team), com o norte-irlandês novamente no ritmo.

Todos os pilotos melhoraram muito ontem, usando um pneu Q para definir os seus tempos de volta rápidos no que parecia ser uma mini sessão de Superpole Tissot, antes de assentarem e começarem a testar peças.

Com mais de 35 voltas durante a primeira sessão, Jonathan Rea continuou a aperfeiçoar a sua configuração no calor de Espanha durante toda a manhã. Uma volta de 1:40.450 viu-o bater um novo recorde de volta para uma SBK na Catalunha e bater o rival Scott Redding para o mais rápido da manhã.

Redding, por sua vez, estava apenas 0,156s atrás de Rea, mas teve problemas técnicos que trouxeram a Bandeira Vermelha no início da sessão, embora o britânico estivesse bem. O rei da Superpole Tom Sykes (BMW Motorrad) saltou para o terceiro lugar no seu pneu Q, baseando-se nas suas primeiras sensações de ontem no circuito.

O quarto lugar foi Alex Lowes (Kawasaki Racing), que deu grandes passos em frente no estilo de travagem no primeiro dia, continuando a sua mudança da Yamaha para a Kawasaki. O seu foco é a configuração traseira e familiarizar-se com as mudanças de direção.

O quinto lugar foi deToprak Razgatlioglu (Yamaha Pata), que foi um dos dois pilotos mais rápidos na última hora da manhã, mas caiu momentos antes do final da sessão, ficando bem. Estava fracionalmente à frente de Eugene Laverty (BMW Motorrad), que confirmou os ganhos da BMW, tornando-se um duplo top seis para a equipa antes do almoço.

Michael van der Mark (Yamaha Pata), tal como o seu companheiro de equipa, foi um dos poucos pilotos a melhorar de manhã, mas sofreu um pequeno problema no sector três mais tarde.

Loris Baz (Yamaha Ten Kate) 2020 R1 achou os pneus difíceis de gerir no calor, o que significou um ritmo de corrida mais lento, algo que pretende melhorar ao longo de hoje. Chaz Davies (Ducati) foi nono e continuou a trabalhar na direção do chassis, ao mesmo tempo que uma boa exibição para Leandro Mercado (Motocorsa Racing) fez com que este estivesse no top 10 e concentrasse os seus esforços na travagem em curvas lentas.

O norte-americano Garrett Gerloff (Yamaha GRT) ficou em 11º lugar, enquanto Max Scheib (Orelac Racing VerdNatura) caiu na Curva 5, mas ficou bem.

Sylvain Barrier (Brixx Performance) estava a lutar contra problemas com sensores enquanto a Equipa HRC escolheu ficar na garagem durante a manhã, enquanto os dados recolhidos eram processados no Japão, pelo que Álvaro Bautista e Leon Haslam não marcaram tempos. Nas SSP, Corentin Perolari trouxe a segunda Bandeira Vermelha do dia depois de um acidente, mas também ficou bem.

Top 6 após a sessão matinal do segundo dia:

  1. Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team) 1:40.450
  2. Scott Redding (Ducati Aruba.It) +0,156
  3. Tom Sykes (BMW Motorrad) +0,506
  4. Alex Lowes (Kawasaki Racing Team) +0,687
  5. Toprak Razgatlioglu (Yamaha Pata) +0,768
  6. Eugene Laverty (BMW Motorrad) +1,044
0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Mundial Superbikes
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x