TT: Baja do Pinhal com selo internacional

Por a 19 Março 2019 10:46

A Escuderia Castelo Branco volta a por de pé aquela que é a primeira prova da temporada de todo-o-terreno em Portugal a reunir a competição de automóveis, motos, quads e SSV. Entre os dias 22 e 24 do presente mês de março, os melhores pilotos e as melhores máquinas vão acelerar nas pistas desenhadas pela organização entre Proença-a-Nova, Sertã e, pela primeira vez desde que se realiza a Baja TT do Pinhal, Vila Velha de Ródão.

A prova, que volta a ter uma dimensão internacional, pontua para três importantes competições da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), a FIM Bajas World Cup, para o Baja European Championship e será a segunda ronda do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Com um total de quase 355 quilómetros a caravana irá percorrer 9,7 quilómetros no Prólogo e dois sectores selectivos, o primeiros com 235 quilómetros e o segundo com 110.

O centro operacional volta a estabelecer-se na Sertã, mas a acção desportiva terá início em Proença-a-Nova. É aí, junto à Pista das Moitas, que se realiza o Prólogo das motos, moto4 e SSV, logo na sexta-feira, dia 22. Estas três categorias serão as únicas com programa competitivo para o primeiro dia da Baja TT do Pinhal 2019.

A aposta num formato que potencia o espectáculo foi muito bem sucedida e, como tal, a Escuderia Castelo Branco volta a fazer o mesmo. Deste modo, haverá uma ‘City Stage’ para motos, moto4 e SSV, no sábado às 17 horas. Esta especial acontecerá já depois do primeiro sector selectivo e terá transmissão em directo nas redes sociais e na A Bola TV.

No domingo, Cernache do Bonjardim será o palco do início da competição. Mas se as motos, os moto4 e os SSV rumam directamente a Vila Velha de Ródão, os automóveis terminam o primeiro sector selectivo desse dia na Sertã. Depois fazem o segundo até à localidade que está à beira Tejo para a festa final da primeira prova organizada pela Escuderia Castelo Branco em 2019.

“A Escuderia Castelo Branco preocupou-se em definir um programa competitivo para esta edição que oferecesse novas pistas e novos desafios aos concorrentes. Mantemos a identidade da prova, que tem crescido de ano para ano, mas não queremos deixar de inovar, de procurar alternativas diferentes. Continuamos com a forte ligação à Sertã e a Proença-a-Nova, mas este ano rumamos a Este, para terminar em Vila Velha de Ródão”,, afirmou o director de prova da vertente de motos, moto4 e SSV, Sérgio Sequeira.

Após a abertura do campeonato em Góis cabe a Salvador Vargas, Arnaldo Martins e Victor Santos a defesa da liderança do campeonato nas três categorias do mesmo, respectivamente motos, moto4 e SSV

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas TT
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png