Dakar 2017 – Ruben Faria: “Foi uma pena o que aconteceu ao Pablo Quintanilla”

Por a 21 Janeiro 2017 09:52

Segundo classificado do Dakar em 2013, Ruben Faria estreou-se neste Dakar nas funções de diretor desportivo da Husqvarna. A formação que pertence ao Grupo KTM tinha legitimas aspirações a vencer a maior prova de todo-o-terreno do mundo com Pablo Quintanilla, mas duas quedas e um problema de navegação na 10ª etapa levaram o chileno ao abandono.

“Foi pena o que aconteceu ao nosso piloto principal. Curiosamente aconteceu tudo no dia em que não falei com ele porque fiquei preso na estrada onde ocorreu o aluimento de terras e no meio daquela confusão toda durante dois dias não consegui falar com os pilotos. Era um dos principais candidatos à vitória e na 10ª etapa estava a ganhar muito tempo ao líder e piloto que viria a vencer o Dakar Sam Sunderland, mas as quedas acabaram por estragar tudo. Penso que ia ser uma luta titânica até ao final da corrida entre Husqvarna e KTM. No entanto estas coisas acontecem nas corridas e eu próprio durante a minha carreira passei por situações semelhantes”, afirmou Ruben Faria ao MotoSport.

Com muitos Dakar realizados o novo diretor desportivo da Husqvarna deixou mesmo uma lição para todos aqueles que estão à partida da grande maratona do todo-o-terreno mundial. “Uma coisa é dizer que vou fazer o Dakar e chegar ao fim, o que pode acontecer caso a mecânica não pregue partidas. Outra coisa é afirmar que se quer vencer o Dakar e para tal é preciso acelerar. Aí os riscos aumentam exponencialmente”, falou a voz da experiência.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Dakar
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x