MXON, Corrida MX2/Open: Jett Lawrence superior a todos os outros, EUA mantêm liderança

Por a 25 Setembro 2022 20:30

A segunda manga do Motocross das Nações juntou os pilotos das classes MX2 e Open em mais uma lamacenta corrida.

Logo no arranque, Tommy Searle caiu e vários pilotos perderam tempo, entre os quais o francês Dylan Ferrandis.

Com isto, o “holeshot” foi para Mattia Guadagnini seguido por Jett Lawrence e por Chase Sexton. O norte-americano não quis perder tempo e, ainda na volta de abertura, superou o australiano.

Com a sua moto da classe MX2, Justin Cooper teve um fantástico arranque, ocupando desde o início a 4.ª posição apesar de um toque com Hunter Lawrence, do qual resultaria a queda do piloto da Honda que, assim, foi relegado para 19.º.

Atrás de Cooper, Ruben Fernández foi 5.º desde o começo na frente de Calvin Vlaanderen e de dois surpreendentes pilotos: o chileno Hardy Muñoz e o finlandês Harri Kullas.

O sueco Fredrik Noren e o francês Marvin Musquin tiveram uma acesa luta pela 9.ª posição e, aos 10 minutos de corrida, já tinha a companhia de Dylan Ferrandis, ele que tinha ficado retido na primeira curva, vindo a recuperar do 36.º posto!

A meio da corrida, a luta pela liderança estava ao rubro com Guadagnini, Sexton e Jett Lawrence a rodarem colados! O norte-americano lançou o ataque ao italiano mas o piloto da GasGas respondeu a Sexton ao saltar o “LaRocco’s Leap”!

Pouco depois, Lawrence ultrapassou Sexton com um ligeiro toque à entrada para o salto da meta que apenou desprevenido o piloto “da casa”. 

O australiano estava em alta e, logo na volta seguinte, “trocou as voltas” a Guadagnini e assumiu o comando da corrida… na sua estreia com uma 450!

A 10 minutos do fim, Dylan Ferrandis já se encontrava na 6.ª posição e registava a melhor volta da corrida. Hunter Lawrence caiu quando tentava roubar o 9.º lugar ao chileno Hardy Muñoz e desceu para 13.º.

Enquanto Jett Lawrence se isolava no comando da corrida, Chase Sexton acabaria por conseguir ultrapassar Mattia Guadagnini a 5 minutos do cair da bandeira de xadrez.

O italiano aguentaria a pressão de Justin Cooper nas derradeiras voltas, segurando a 3.ª posição e, um pouco mais atrás, Dylan Ferrandis tentou o ataque ao 5.º posto de Ruben Fernández mas tocou no espanhol e caiu.

O Top 10 ficou completo com Calvin Vlaanderen, Harri Kullas, Marvin Musquin e Hunter Lawrence.

Classificação corrida MX2/MXGP

1. Jett Lawrence (AUS, Honda), 36:19.920; 2. Chase Sexton (USA, Honda), +0:14.240; 3. Mattia Guadagnini (ITA, GASGAS), +0:20.238; 4. Justin Cooper (USA, Yamaha), +0:22.058; 5. Ruben Fernandez (ESP, Honda), +0:25.555; 6. Dylan Ferrandis (FRA, Yamaha), +0:31.445; 7. Calvin Vlaanderen (NED, Yamaha), +1:05.933; 8. Harri Kullas (EST, Yamaha), +1:11.398; 9. Marvin Musquin (FRA, KTM), +1:13.503; 10. Hunter Lawrence (AUS, Honda), +1:18.053; 11. Simon Laengenfelder (GER, GASGAS), +1:28.333; 12. Hardy Munoz (CHL, Husqvarna), +1:38.168; 13. Jeremy Van Horebeek (BEL, Beta), +1:43.002; 14. Liam Everts (BEL, KTM), +1:48.574; 15. Andrea Adamo (ITA, GASGAS), +2:08.533; 16. Tom Koch (GER, KTM), +2:10.844; 17. Tommy Searle (GBR, Honda), -1 lap(s); 18. Kay de Wolf (NED, Husqvarna), -1 lap(s); 19. Albin Gerhardsson (SWE, Husqvarna), -1 lap(s); 20. Joshua Varize (GUM, KTM), -1 lap(s); 21. Emil Weckman (FIN, Honda), -1 lap(s); 22. Toms Macuks (LAT, KTM), -1 lap(s); 23. Karlis Alberts Reisulis (LAT, Yamaha), -1 lap(s); 24. Fredrik Noren (SWE, KTM), -1 lap(s); 25. Haakon Osterhagen (NOR, Fantic), -1 lap(s); 26. Benjamin Garib (CHL, Yamaha), -1 lap(s); 27. Guillem Farres (ESP, Yamaha), -1 lap(s); 28. Valentin Guillod (SUI, Yamaha), -1 lap(s); 29. Tyler Medaglia (CAN, GASGAS), -1 lap(s); 30. Max Anstie (GBR, Honda), -1 lap(s); 31. Kevin Brumann (SUI, Yamaha), -2 lap(s); 32. Sean Lipanovich (GUM, KTM), -2 lap(s); 33. Jere Haavisto (FIN, KTM), -2 lap(s); 34. Kevin Horgmo (NOR, Kawasaki), -3 lap(s); 35. Cameron Anthony Durow (RSA, KTM), -5 lap(s); 36. Lorenzo Locurcio (VEN, KTM), -9 lap(s); 37. Camden Mc Lellan (RSA, KTM), -11 lap(s);

Classificação geral por nações após a segunda manga

  1. EUA, 16 pontos
  2. Austrália, 24 pontos
  3. França, 32 pontos
  4. Itália, 40 pontos
  5. Bélgica, 41 pontos
  6. Países Baixos, 48 pontos
  7. Alemanha, 55 pontos
  8. Espanha, 63 pontos
  9. Suécia, 88 pontos
  10. Letónia, 88 pontos
0 0 votes
Article Rating
This site uses User Verification plugin to reduce spam. See how your comment data is processed.
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x