KTM iliba James Stewart

Por a 4 Março 2016 09:34

A última ronda do AMA Supercross 450 SX, em Atlanta, ficou marcada pelo momento quente da última volta. Marvin Musquin, que vinha a liderar a corrida desde o início, aproximou-se de James Stewart, muito atrasado, para o dobrar.

Contudo depois de mais uma seção de duros whoops, Stewart forçou Musquin a mudar a sua trajectória, apesar das bandeiras azuis mostradas ao piloto da Suzuki. Com esta situação, o piloto da KTM, perdeu o controlo da sua moto, saindo da pista  e perdendo o primeiro lugar para o seu companheiro de equipa, Ryan Dungey, que viria a vencer a prova.

Imediatamente muitas vozes se levantaram a criticar James Stewart. Quase uma semana depois do sucedido, a KTM veio agora a público por parte do antigo piloto, Roger de Coster, negar que o piloto da Yoshimura Suzuki tenha prejudicado Musquin intencionalmente. “O erro do Marvin não foi diretamente causado pelo James. Não o devemos culpar pelo que aconteceu”.

De Coster deixou ainda uma palavra de apreço para Marvin Musquin, afirmando que “fez uma corrida extraordinária mesmo debaixo da pressão intensa de Ryan Dungey. Liderar 19 voltas não é tarefa fácil. O modo como se tem adaptado a esta categoria em apenas oito provas tem sido impressionante”.

 

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas AMA Supercross
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png