James Stewart: “Chegou a altura de me retirar definitivamente”

Por a 22 Maio 2019 20:31
Agora sim é oficial: James Stewart anunciou que não voltará mais às pistas de Motocross e Supercross. Terminou a carreira do piloto que mudou a forma de conduzir uma moto de MX.

A revelação foi feita no último episódio da série “Number 7”, uma entrevista há muito esperada pelos fãs da modalidade.

Aqui ficam alguns excertos de uma conversa em que Stewart esclarece os motivos que o levaram a tomar esta decisão.

Sobre o castigo que lhe foi imposto por ter falhado um controlo anti-doping em 2014…

“A suspensão basicamente arruinou a minha carreira e eliminou a hipótese de qualquer regresso da minha parte à competição. Não sou um batoteiro. Cometi um erro ao não submeter a ‘papelada’ que era necessária. Também devia ter lido melhor as regras. Mas eles (federação) também erraram quando não nos avisaram o que era necessário fazer. A maneira como todo o sistema funcionou no meu caso não foi nada profissional. Foi tudo política!”
Sobre os objetivos que tinha para a temporada de 2015…
“Sinto que 2015 poderia ter sido o ‘meu’ ano pela forma como me estava a preparar. Se não tivesse sido suspenso, hoje teria certamente mais do que 50 vitórias no AMA Supercross.”
Para Stewart, há males que vêm por bem…
“Por outro lado, de um ponto de vista pessoal, ter sido suspenso foi a melhor coisa que me aconteceu na vida. Eu não teria sido pai se não tivesse sido suspenso. A minha marca Seven não estaria onde está hoje se eu não tivesse sido suspenso. De certa forma, tornou-me mais humilde.”
Sobre o regresso falhado em 2016…
“Depois da suspensão, preparei-me para a época de 2016 e estava entusiasmado. No entanto, já sabia que ia ser pai e dava outro valor à vida fora da competição. Na Final em Anaheim I fui derrubado pelo Ryan Dungey e desmaiei. Foi um dos piores traumatismos cranianos da minha carreira. Pensei para mim: acabou!”
Por que motivo não falou publicamente entre 2016 e 2019…
“Toda a minha vida tive de pensar naquilo que ia dizer. Na verdade, durante todos estes anos, não sabia bem o que queria fazer. Uma parte de mim queria competir e ainda tentei criar a minha própria equipa mas, por várias razões, não consegui concretizar esse projeto.”
Sobre a sua vontade de falar agora e não antes…
“Só agora decidi que chegou a altura de falar. Falo agora porque sei que já virei a página e não quero competir mais. Não quero ser perfeito, quero comer aquilo que me apetece e estou gordo mas estou feliz!”
As 3 coisas que preocupam James Stewart atualmente são…
“Estou cansado de pensar naquilo que os outros pensam de mim. Não quero acordar e pensar em ir treinar ou pensar naquilo que vou dizer publicamente. Só me quero preocupar com 3 coisas na vida neste momento: o que vou comer? o meu filho está feliz? em que campo de golfe vou jogar hoje?”
O fecho da entrevista diz tudo…
“Chegou a altura de dizer: acabou, vou-me retirar definitivamente da competição.”

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motocross
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x