MotoGP, Brno, 2020: Miguel Oliveira quer regressar a lutar

Por a 3 Agosto 2020 15:00

Após o desaire da segunda corrida em Jerez, em que Miguel Oliveira não completou uma volta sequer, por ter sido colocado fora na primeira curva pelo piloto que será o seu colega de equipa para o ano na equipa oficial, Brad Binder.

Enquanto Binder regressou à corrida, só para voltar a cair pouco depois, Miguel Oliveira foi impedido de capitalizar a sua melhor qualificação de sempre para a grelha de MotoGP, mas o piloto já veio dizer que está animado e só pensa em voltar aos bons resultados:

“Estou obviamente muito entusiasmado por voltar a competir em tão pouco tempo. Depois do resultado que tivemos na segunda corrida sinto que chegou a hora de nos redimirmos e estou ansioso por pilotar em Brno, que é uma pista de que gosto. No ano passado também tive boas sensações ali e pontuámos.”

“Sinto que é uma pista boa para nós e serão três boas rondas seguidas que vamos ter, creio que se adequam bem à nossa moto. Estou ansioso por começar com um bom resultado e por dar à equipa o que devíamos ter dado no domingo anterior”, disse o luso em comunicado difundido pela Tech3.

O GP da República Checa de MotoGP é a terceira prova para a categoria rainha da MotoGP, que não chegou a correr na abertura de época no Qatar.

Seguem-se duas rondas consecutivas no traçado austríaco de Spielberg, onde a KTM está a “jogar em casa” e onde o piloto português conseguiu, em 2019, a sua melhor classificação do ano, com um oitavo lugar agora igualado em Jerez há dias.

Após duas corridas disputadas, Miguel Oliveira ocupa a 13ª posição do campeonato, com oito pontos.

0 0 vote
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas MotoGP
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x