MotoGP 2020: Feliz 100º aniversário, Suzuki!- Parte 2

Por a 1 Abril 2020 15:30

Com a fábrica japonesa a celebrar o seu 100º aniversário, continuamos a rever alguns dos sucessos que a marca teve nos seus 60 anos de corridas de Grande Prémio desde a primeira aparição na Ilha de Man em 1960.

Após o início dos anos 80, a Honda e a Yamaha dominaram, antes de um certo Texano ter regressado com a Suzuki para conquistar o seu único título em 1993. Ninguém encarna o espírito Suzuki de dominar estas incríveis e imprevisíveis dois tempos do que o campeão do mundo de 1993 Kevin Schwantz.

Pouco depois, ao ganhar o título de 500cc em 2000, Kenny Roberts Jr. fez história, pois a família Roberts tornou-se o primeiro dueto Pai/Filho Campeões do Mundo.

Kenny Roberts Júnior fechou o capítulo sobre a história de RG 500 conquistadora com uma conclusão bem-sucedida, antes de Valentino Rossi e das quatro tempos assumirem o comando.

O australiano Chris Vermeulen trouxe à Suzuki a sua primeira vitória de 4T em Le Mans em 2007, mas foram tempos difíceis. Após um breve descanso, a Suzuki regressou à luta e foi recompensada há quatro anos, quando Maverick Viñales lhes deu a primeira vitória depois de nove anos.

No ano passado, em Austin Alex Rins, voltou a colocar uma Suzuki no topo do pódio, lutando contra nada menos do que um certo Valentino Rossi. O piloto espanhol repetiu o seu sucesso em Silverstone com uma famosa vitória sobre o campeão do mundo Marc Márquez para somar o seu nome à lista de vencedores de Grande Prémio de Suzuki.

À frente do quadro de honras, estão o neozelandês Hugh Anderson e Schwantz com 25 vitórias cada. Schwantz levou todas as suas vitórias na classe 500cc, mas Anderson, a caminho de dois títulos mundiais de 50cc e 125 cc, ganhou oito Grands Prix de 50cc e 17 de 125cc. Sheene ganhou 21 Grandes Prémios para a Suzuki, três na classe de 125cc e 18, com dois títulos mundiais, nas 500.

Agora, a Suzuki embarca na nova década e no seu segundo centenário em grande forma, no Campeonato que tem desempenhado uma parte tão importante na sua história. Alex Rins e Joan Mir parecem certos de continuar a tradição vencedora encarnada por Anderson, Degner, Sheene e Schwantz nos últimos gloriosos 60 anos…

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png