Concluído o teste inaugural de MotoGP no KymiRing

Por a 21 Agosto 2019 15:00

O segundo e último dia de testes no novíssimo KymiRing na Finlândia chegou ao fim mais cedo que o previsto devido a fortes chuvas logo após as 16:00, hora local.

No entanto, a luz do sol e temperaturas acima dos 20 graus no início do dia permitiram a todos os seis pilotos de MotoGP rodar em condições secas, o que significou tempos por volta reduzidos e estabelecer um novo recorde não-oficial.

No final, Bradley Smith terminou como o mais rápido graças a um 1:47.540, mais de doze segundos menos do que conseguira nas condições de chuva de ontem, o que significa que o piloto da Aprilia deixa a Finlândia como recordista não oficial.

O britânico, agora a preparar-se para rodar no Grande Prémio de casa com a equipa de Moto2 Petronas Sprinta Racing, era o único piloto em pista quando a chuva começou a cair, tão pesada e repentina que o piloto da Aprilia ficou parado na pista em pneus slicks.

Stefan Bradl, piloto de testes da Honda, recuperou de um acidente a meio do dia de ontem para terminar o segundo mais rápido no teste, a 0,324 segundos de Smith. Depois de usar uma “caixa de salada” eletrónica ontem, a RC213V de fábrica de Bradl foi vista sem ela ontem.

Michele Pirro, da Ducati, teve um dia agitado, terminando com o terceiro mais rápido. O italiano foi a única queda do dia, depois de um percalço na curva 11, mas o piloto de testes da Ducati estava feliz e depois ainda foi visto a testar uma “caixa de salada”, bem como uma carenagem modificada para a Desmosedici.

Sylvain Guintoli, da Suzuki Ecstar, que acabou de ser anunciado como o substituto de Joan Mir para o Grande Prémio da Inglaterra, fechou o dia a pouco mais de um décimo do Pirro em quarto.

Mika Kallio, da KTM, foi novamente o primeiro piloto a correr esta manhã, para o deleite dos adeptos finlandeses, e completou o maior número de voltas do dia com, coincidente com o seu número de corrida, 36. Jonas Folger, da Yamaha, ficou apenas a um décimo de Kallio, seis pilotos separados por pouco mais de um segundo e meio.

Apesar das condições difíceis ao longo das 48 horas, a primeira acção de MotoGP de sempre no KymiRing foi um enorme sucesso e pertence agora aos livros de história, antecipando a chegada do paddock de MotoGP à Finlândia no Verão de 2020.

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
últimas MotoGP
últimas Motosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/logo.png