MotoGP, Qatar: O triunfo de Bastianini com uma moto de 2021

Por a 11 Março 2022 19:03

Foi uma noite inesquecível para Enea Bastianini no passado domingo, quando comemorou a sua primeira vitória de sempre no MotoGP após uma fantástica corrida no Circuito de Losail com a Ducati GP21 da Gresini Racing.

Apesar de partir da primeira fila, o piloto da Gresini Racing ficou para trás no início da corrida descendo ao 5º lugar, antes de subir na classificação e ultrapassar o campeãO do mundo de 2020, Joan Mir. Com uma Ducati GP21 do ano passado, Bastianini continuou a ultrapassar outros pilotos, superou o seis vezes campeão de MotoGP Marc Marquez, e mais tarde Brad Binder da KTM, antes de roubar a liderança a Pol Espargaro a apenas cinco voltas do final da corrida.

“No dia anterior, pela primeira vez fiz uma volta realmente boa na qualificação e parti da primeira linha”, recordou o italiano, apercebendo-se antes da corrida que tinha um bom potencial na sua moto, com argumentos distintos das Ducati oficiais de Bagnaia e Miller.

“Percebi que com o pneu macio a moto abanava muito em curva, e que o médio era mais estável e a melhor escolha para a moto. Não foi fácil na primeira parte da corrida porque o Pol (Espargaro) estava muito rápido, mas nas últimas sete voltas foi a melhor escolha. Assim, com isso foi possível fechar a diferença e vencer”, disse Bastianini.

Embora Espargaro liderasse a maior parte da corrida, o seu pneu traseiro começou a ceder e o espanhol da Honda teve de se contentar com o 3º lugar, com Binder a ocupar o 2º lugar no pódio. A completar o Top 10 estavam Marquez (5º), Mir (6º), Alex Rins (7º), Johann Zarco (8º), Fabio Quartararo (9º) e Takaaki Nakagami (10º).

No polo oposto, foi uma noite desastrosa para o vice-campeão da época passada Francesco Bagnaia, pois o italiano não conseguiu terminar a corrida. Bagnaia estava a tentar ganhar uma posição antes de perder a frente, o que o levou a ‘exterminar’ involuntariamente o colega da Ducati Jorge Martin. Jack Miller foi também forçado a uma retirada antecipada após sofrer uma falha mecânica, resultando assim que Bastianini, Zarco e Luca Marini (VR46) foram os únicos pilotos da Ducati a somar pontos no Qatar.

O MotoGP regressa à ação no Circuito Internacional de Mandalika, no dia 20 de Março.

0 0 votes
Article Rating
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ensaios
últimas Motosport
Motomais
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x